quinta-feira, maio 07, 2009

Bo

Não esperem frases direitas ou palavras certas.

Em vez de dormir, oiço música no ipod. Kizomba, tarrachinha, mornas.

Deslizo pelos espaços livres deste quarto. De vez em quando, escrevo uma palavra ou outra, embalada.

A cada gesto, o meu corpo exprime aquilo que quero dizer e não o posso fazer aqui. Esqueço a escrita. O movimento é mais sincero, ao som das sílabas quentes, volume alto. Ecoa. Desliza, enrola.

As pernas, uma contra a outra, esfregam-se lentamente.

Atarracho, a mente voa, o corpo reclama a falta de outro. Para atarrachar ou deslizar uma kizomba é preciso outro que mande. Impõe-se contacto. Calor. Suor. Já caem as primeiras gotas, não do esforço mas do momento. E a batida... a batida...

A música no ipod. Tem dias que sou francesa, clássica, lírica. Noites que sou africana.

Hoje à noite, esta africana desliza. Meneia. Enrola. Talvez ainda nos lençóis.

Faltam os cheiros, o corpo, a brisa quente.

Porém, a minha mente tem tudo isso. Mais o volume alto que atordoa o cérebro.

E mais. Que não posso confessar. Mas, o corpo, o corpo fala, informa, grita, desbrava.

E atarracha.

Atarracho.

Não esperem palavras direitas ou frases certas.

Apenas o movimento.

31 comentários:

Miguel disse...

a primavera anda a dar-te a volta à cabeça! :)

Jedi Master Atomic disse...

Bo Bo Bo Bo Bo Bo

Hmmm....não soa lá muito bem. Mas pronto, tu arranjas sempre maneira de pôr um cariz sexual dos teus posts :P

Alexandra disse...

Miguel,

Nada!

Jedi,

Sabes o que significa Bo?

Cariz sexual? Mas isto é pura dança. Andas a ler os post ao contrário.

Jedi Master Atomic disse...

Se lesse ao contrário, em vez de BO seria OB, o que nos leva de novo ao cariz sexual.

b.vilão disse...

"So let your hips do the talking".

Bailarina disse...

Mais um texto fantastico... 8) As palavras soltas, são as melhores!!
Bjinho*

Alexandra disse...

OB, cariz sexual?

C'a nojo, seu tarado!

B.vilão,

Sometimes they talk too much...

Bailarina,

Ehhh, obrigada! Escrever à noite dá nisto.

Beijinho

Anónimo disse...

Mas tu chegas a casa da dança e ainda vais dançar mais?

Agarrada!

b.vilão disse...

Hips talking too much!? Theres´s no such thing...

kuka disse...

ma bo ê africana ou q?ê q realmente ta parce! :p

eheh beijinho

kuka disse...

p.s.: este texto deu-me vontade de ir buscar o meu namorado,hoje à noite tá feito ao bife.ahahahahah

Alexandra disse...

Anónimo,

Não negue à partida uma ciência que desconhece (Esta frase é um original meu.).

Kuka,

Tem noites que sou mesmo! Gostaria tanto de falar mas só percebo...

Se serviu para isso, já é excelente! Ando a espalhar o amor... que bonito.

Alexandra disse...

B.vilão,

Depende. Ancas desenfreadas é que não! Ahahah!

Zaahirah disse...

Ai que gente insensível!!! Mas o ppl não se deixa todo embalar pelas músicas, pela dança ou apenas pela vontade de dançar???

Pfff....

Estou ctg Alexandra!! Não na parte de atarracha, mas estou ctg! LOL

Alexandra disse...

Ahahaah! Lindo!

Sim, os teus "atarrachos" são diferentes.

Pepper disse...

Xé! Dama qué tarraxá...

pensamentosametro disse...

Isto está bonito está. Bonito e (Bo)m.


Bjo


Tita

AnaT disse...

Que vontade de dançar...

[lindo post...]

Nota: Dicionário cabo verdiano online aqui: http://www.priberam.pt/dcvpo/dcvpo.aspx

A disse...

ontem fui ver buraka... e retiro o que disse à uns tempos atrás. não consegui parar de dançar, mesmo depois do concerto ter acabado.

ainda quase tive para dar um chapadão, merecido, a quem vai para a frente dos concertos como se estivesse à espera de um banquinho para se sentar e ainda resmunga. felizmente sou um gajo pacifico.

continuo a preferir outra música para ouvir, mas para dançar pode ser disto mesmo.

Alexandra disse...

Pepper,

Não! Menos! Nada disso! Vocês estão a precisar ir dançar umas noites para perceberem.

Tita,

Bo nito e Bo m!

AnaT,

Força! Obrigada...

Eu percebo tudo. Só não sei falar.

A,

Ahh, bom! Contagiante, certo? É excelente para te soltares.

A disse...

soltei-me um pouco demais, dizem. ahahah

grassa disse...

Bo só conheço a Bo Derek e a cena do cavalo branco onde ela se passeia toda descascada no Bolero.

Muita actividade de carácter pessoal e de natureza prazenteira levei eu a cabo à pala da Bo Derek a passear-se toda descascada no Bolero em cima de um cavalo branco.
E era quando não era só com o cavalo branco.

Ana disse...

Eu não sei dançar isso!!!
Beijo

Alexandra disse...

A,

Esses promenores é que não!

Grassa,

Imagino. Nessa altura deves ter colorido muitos livros e feito muitos recortes.

Ana,

Experimenta fechar os olhos. Ajuda. (Cuidado com as jarras e mobília.)

grassa disse...

E pintei muito a manta, também.

Alexandra disse...

Daí os boxers com bonecos? Foram retalhados da manta?

grassa disse...

Considera os meus boxers com bonecos com o contra-senso necessário para anular parte da minha extrema virilidade.

Ana disse...

Não sou muito dotada para a dança. Já experimentei e gostei muito da experiencia mas jeito não tinha nenhum.

Alexandra disse...

Grassa,

Não preciso. Imagino-te vestido de palhaço, não, de padeira de Aljubarrota.

Ana,

Todos têm. É uma questão de prática e de te libertares. Amanhã, na Gare do Oriente, "Liberta-te e dança". Podes ir experimentar.

Ana disse...

A Gare do Oriente fica assim um pouco fora de mão:) Um dia destes volto a tentar!
Beijo

Almofariza disse...

Texto fantástico que lhe fez ganhar mais uma seguidora...

Et voilá... Almofariza a ser a Cinquentéssima seguidora...

Beijinhos desta tb fã de Kizomba :)