sexta-feira, maio 08, 2009

Previsões


Tenho um medo que me pelo das ciganas.

Não é racismo. É medo mesmo.

Por mais habituada que esteja à sua presença, desde os tempos em que visitava as feiras no Alentejo, vejo uma e atravesso para o outro lado da estrada.

Aqui há uns dias, alí mesmo ao pé do Marquês, sou abordada por uma, com intenções de me ler a sina.

Recusei veentemente e dei corda às pernas, não fosse ficar sem os euros que tinha na carteira, os brincos que trago nas orelhas e os cabelos que trago na cabeça, por estorquimento emocional.

Enquanto fujo, ela avisa:

"Venha cá! A menina vai fazer uma viagem e encontrar o amor da sua vida!"

Hoje, novamente de manhã, junto ao Atrium do Saldanha, cruzo-me com outra.

"A menina não quer ler a sina?" "Dê cá a sua mão, que lhe leio a sina."

Faço o sorriso mais simpático (pragas de ciganas é que não mesmo e convém não melindrar as ditas) e deixo cair um "Não, obrigada. Estou cheia de pressa!", enquanto acelero em direcção ao Metro.

"Mas olhe, deixe-me só fazer um aviso! Deixe só..."

Sem resposta, naturalmente. A essa altura já me encontrava na terceira carruagem do metro das 9h45, escondida sob um sovaco alheio em hora de ponta.

Tenho receio destes avisos, destas previsões da inveja que me rodeia e das amigas falsas. Mexe comigo.

Agora, segunda-feira lá embarco. Não contem em receber mais posts que este será o derradeiro antes da cruzada.

Vou apenas com uma espectativa.

Descobrir se o lugar comum de um amor e uma cabana é verídico.

Descobrir se, realmente, as previsões da mulher estão correctas, encontrarei o amor e largarei tudo para assentar no Rio.

Mesmo que isso signifique acordar numa encosta da Rocinha, em troca de um amor cativo e forçado de espancamento, nódoas negras, cortes de navalha e queimaduras de cigarros.

Um amor tão belo que se traduzirá num regresso com um rim a menos ou num ingresso na lista da P.J., mesmo ao lado do Rui Pereira e da Maddie.

Isso ou descubro o raio da cigana para conhecer qual era o aviso.

Palpita-me que terei um dia longo pela frente.

59 comentários:

AnaT disse...

Então não passes por Alvalade que elas passam o tempo a dizer "olhe menina, que é muito invejada..." Mas isto sim é aviso ;o) Faz boa viagem e aproveita ao máximo. Dias felizes!

Vanessa Barata disse...

"Have the time of your life"....tanto quanto sabemos só temos esta vida portanto toca de aproveitar mundo fora todas as sensações, lugares, cheiros, culturas, sons e climas com que temos oportunidade de contactar. Cá no norte dir-se-ia "Buoa Biagem Alexandra!!" :)

Gi disse...

Faz uma boa viagem, Alex.
Não vás na enxurrada, não?

A disse...

agora já sei o que pensar se nunca mais cá vieres escrever, depois da tua viagem até à cidade mais violenta do planeta. saberei que foi porque encontraste o amor da tua vida.

dá cumprimentos meus à maclau quando tiveres na rocinha. basta acenares para uma das janelas do prédio em frente, ela vai saber que é da minha parte.

Alexandra disse...

AnaT,

Uiiii... Já apanhei essas. Impingiram-me um perfume e uma carteira da DKNY que nem paga levaria à rua.

Vanessa Barata,

Obrigada! Parece que, pelo menos, este ano a previsão do tempo dá sol.

Gi,

A fugir da enxurrada!

A,

Exactamente, vi que compreendeste o post. A cidade mais violenta do mundo é a Cidade do Cabo, mas o Rio anda lá perto anda.

Vou estranhar ter de tirar uma pulseira que nunca tiro mas antes isso a ficar sem um braço.

Dou sim. Ela é óptima no funk.

Jedi Master Atomic disse...

Tenho muita pena em desapontar-te mas "Venha cá! A menina vai fazer uma viagem e encontrar o amor da sua vida!" é daquelas frases aplicáveis a 90% das pessoas que elas abordam. É daquelas frases genéricas usadas para enganar crentes...lol

Boa viagem. Vai e não voltes...sem ser assaltada :P
Vá lá, tens que ser assaltada...é da praxe...leva qualquer coisinha para eles levarem que ficam contentes.

grassa disse...

Basicamente, se te roubarem alguma coisa será esse teu coração de ouro.

E agora já volto, que depois de uma tirada destas estes pulsos não se vão cortar sozinhos.

Com vossa licença.

Jedi Master Atomic disse...

Grassa, mas que poeta...loool
Até fico com ciumes, assim.

Ciumes disse...

Não gosto que ninguem fique comigo.

Inveja disse...

Podes ficar comigo se quiseres. Eu estou disponivel.

Jedi Master Atomic disse...

Ok, Fico com inveja então.

Alexandra disse...

Jedi,

Estás parvo? Vou sozinha, a trabalho, fazer compras e queres que seja assaltada? Antes ficar sem um rim.

Vai agoirar os teus gatos, sff.

Grassa,

O meu é mais ali para os lados da De Beers.

X-acto serve?

Alexandra disse...

Come um Magnum que vai dar ao mesmo.

grassa disse...

Espera, espera, que eu tenho aqui mais frases feitas de extremo mau gosto.

Tipo esta: se a saudade fosse uma flor, chorava-te já aqui um jardim.

grassa disse...

O buraco que deixará a tua ausência só não será negro porque essa cor não existe na palete de emoções que me fazes sentir.

Jedi Master Atomic disse...

looool

Estou bastante lucido até. Um assaltozinho nunca fez mal a ninguem....a não ser áqueles que tentaram resistir. Podes pedir, durante o assalto para não levarem nada e dás o rim.

grassa disse...

Se tivesses uma irmã gémea, eu ficaria duplamente infeliz.

grassa disse...

Na piscina dos bons genes, os teus seriam o Michael Phelps.

grassa disse...

No dia em que me faltarem as palavras para te elogiar, escrever-te-ei um livro em branco.

kuka disse...

lol,estes teus textos são um máximo.olha boa viagem,aproveita o calor e os ipanema boys e deixa-os "tarrachados" em ti de boca aberta,lol.

beijinhos

grassa disse...

Só não te faço um desenho em homenagem porque alguém já se antecipou e pintou o tecto da Capela Sistina.

grassa disse...

Gostava que fosses a Indonésia para te poder varrer com um tsunami de elogios.

grassa disse...

Os teus pais devem ser os melhores cientistas do Mundo, porque tu não existes!

Tiveste de ser inventada!

grassa disse...

Se eu mandasse no Louvre, tirava de lá a Mona Lisa e punha lá, em substituição, uma foto tua tipo passe ampliada.

Alexandra disse...

Grassa,

É por essas que prefiro os garotões cariocas. Nada dessa conversa fiada.

Jedi,

Corrijo. És parvo. E inconsciente. Lá os assaltos não são como cá. São feitos por miúdos de 13 anos com fusis (metralhadoras) na mão. Demoras mais de cinco segundos a dar o que eles querem e já foste.

Kuka,

Ahahaha! Obrigada! Pode ser que espreite os do Leblon também.

grassa disse...

Se me recuso a arrancar as pétalas às flores é só porque tenho medo de um dia, sem querer, te arrancar um braço.

Alexandra disse...

Uma foto minha tipo passe ampliada não estaria no Louvre mas no Museu dos Horrores.

grassa disse...

?

...

Oops.
Enganei-me.
Pensei que estava a comentar no blog do A.

Peço desculpa.
My bad.

Jedi Master Atomic disse...

Eu conheço a realidade de lá pah. Que falta de sentido de humor. Xiiiii

A disse...

LOLOLOLOL

a cereja em cima do bolo camoniano!

Alexandra disse...

Grassa,

Como? Este tem mais "lexandra" de substância".

Jedi,

Ai está coisa que não tenho, como bem sabes. Simplesmente, humor é uma coisa, parvoíce é outra.

Jedi Master Atomic disse...

Estás com TPM, por acaso?

Alexandra disse...

A,

Bolo? Eu ouvi bolo?

A disse...

não sejas invejosa alexandra, vai ter com os garotões cariocas.

Alexandra disse...

Jedi,

MENOS.

Quanto muio TJM.

Jedi Master Atomic disse...

Tens que estar com qualquer coisa, porque pareces mais loira :P

Alexandra disse...

Ok, Garotos cariocas e bolo brigadeiro.

grassa disse...

Garotos, cariocas e meias de leite.

Alexandra disse...

MAIS loira?

Expressão inteligente de dizer, dado que a maioria das minhas amigas são de facto loiras.

Estás aqui, estás a levar um pontapé no rabo.

Jedi Master Atomic disse...

O padre Frederico também há-de gostar dos garotos cariocas.

Alexandra disse...

Grassa, se é condensado, pode ser galão.

Jedi Master Atomic disse...

"Estás aqui, estás a levar um pontapé no rabo."

Ou como se diria em ingles "You are here you are levating a kick in the rabe"

Alexandra disse...

E do funk.

A minha vida pela imagem do Padre Frederico a dançar o funk.

Textículos disse...

Esse comentário à Cidade do Cabo é falacioso senão faria de mim um dos tipos mais corajosos do mundo, quando fui lá viver e trabalhar durante uns meses e aconselho a qualquer um a visitar. Que não sou!

Faz boa viagem e diverte-te sff...
__
Textículos

Jedi Master Atomic disse...

Mas podes dar-me um pontapé do rabo enquanto fazes uma piruette.

Alexandra disse...

OMG.

Morri de desidratação.

Jedi Master Atomic disse...

Bem já chega de não fazer nada, vou de fim-de-semana.

Bye bye !!! Boa viagem, minha chapa :P

Jedi Master Atomic disse...

Ah !! E volta com os rins intactos !!

Alexandra disse...

Textículos,

Tenho lá familia. Mais deves saber que não é falacioso. Não deixa de ser encantadoramente viciante, como todos os que por lá passaram me contam.

Obrigada e beijinho!

Textículos disse...

Eu também não disse que era segura, com os devidos cuidados, que são naturais em muitas outras cidades, tudo corre bem!

Salta-me o neurónio sempre que ouço ou leio sobre o Cabo. Acho que nasci na latitude errada! :)

Beijos!
__
Textículos

A disse...

cuidado, os cariocas não têm grande tradição de doceiros, podes-te ver à rasca e a ressacar. leva natas!

Alexandra disse...

Textículos,

:-) Claro!

Também sofro desse problema.

A,

Que ideia. Só as variedades de "Leite Moça" dizem tudo.

Pepper disse...

Alexandra Maria voltou!

Que saudades destes posts.

Beijos e boa viagem!

O meu vestiiidoooo. Lol

Alexandra disse...

Voltei?

Ahahaha! Nem por isso.

Obrigada! Beijinho

António Raminhos disse...

Em breve devo ir a São Paulo e tb não tenho muita vontade... quanto à cigana o truque é tu chegares ao pé dela e dizeres: "não... deixe-me eu ler-lhe a sina, pode ser?" Só para ver a reacção dela.


AR

www.antonioraminhos.blogspot.com

Mozka Tché Tché disse...

Um bjum de boa viagem, diverte-te ao máximo e vai às festas da Rocinha. Dizem que é muito bom e muito ritmado.
Até à vinda.

Teresa Queiroz disse...

hehehe

a mim querem sempre falar da minha "raiz"

até descobrir o que era levei tempo .... hehheheh
vê lá se desco bres

" a menia venha cá a sua "raiz" precisa de si"... foi assim que me abordou uma cigana em Alvalade... eu até fugi!! "raiz" ????

Kitty Fane disse...

Essa tal cigana deve ser a mesma que me abordou aqui há tempos. :-D

Um beijinho e que corra tudo bem

Alexandra disse...

António Raminhos,

São Paulo é diferente, sim.

Olha que boa ideia!

Mozka,

:-D

Teresa Queiroz,

Isso sei bem o que é. :-)

Kitty Fane,

São aos molhos. Qualquer dia, têm sindicato!