terça-feira, março 13, 2007

Lembranças futuras

Hoje descobri o meu segundo cabelo branco.

Estava a arranjar o cabelo e, no meio da cabeleira farta, lá estava ele. Brilhante, branco, muito branco e sozinho no emaranhado de fios negros.

Não pude deixar de sorrir. No liceu, os colegas da carteira de trás diziam-me que eu tinha muitos cabelos brancos. Não tinha. Um sequer. O preto tão preto dos meus cabelos, com o reflexo do sol que entrava pela janela, criava a ilusão. O meu cabelo era um espelho. E eles passavam a aula de história nisto.

Lembrei-me também da minha mãe dizer-me há muitos anos "Se arrancares um cabelo branco, nascem sete no lugar!".

Procedi exactamente como quando descobri o primeiro, por volta dos meus tenros e parcos cinco anos. Com um gesto rápido e cirúrgico, arranquei-o.

"Ainda não estou preparada para vocês!"

10 comentários:

Anónimo disse...

lol

Como da outra vez a sina não se cumpriu, desta vão-te nascer pelo menos uns sete e todos à vista de qualquer cegueta!

Anónimo disse...

Queria dizer 14!!!!

Kitty disse...

Por sempre ouvir dizer que nascem sete quando arrancamos um, nunca arranco os meus. É ridículo, mas é verdade. Mas já cortei um com uma tesoura pela raiz. Tudo menos arrancar! :-D

Picas disse...

Eu ainda não tenho, mas quando apareer o primeiro arranco-o.. à dentada!

Alexandra disse...

Kitty,

Que bela ideia! Como não pensei nisso? Acho que foi a minha veia do contra a agir...

Picas,

Tive um ataque de riso a tentar imaginar a cena!

Se tudo correr como da outra vez, mais ou menos daqui a 22 anos aparece-me o terceiro...

Rafeiro Perfumado disse...

Eu tenho orgulho nos meus cabelos brancos, que tenho desde os meus 21. Mas pronto, temos de convir que nos homens os cabelos brancos dão charme e nas mulheres nem sempre. Espero que quando fores velhinha não fiques careca, de tanto arrancar os cabelos!

Carrie disse...

Não arranques!!!
Eu agora tenho aí uns 30... o que vale é que no meio da minha cabeleira farta nem se nota.
Medo, mto medo.

Alexandra disse...

Rafeiro,

Mas olha que eu dava uma bela careca!

Não te preocupes! Com a minha melena, dificilmente lá chegarei.

Carrie,

Não vou arrancar mais. Foi pela piada. Lembrei-me exactamente de quando tinha cinco anos e estava em frente ao espelho. Se não repetisse a cena, seria uma frustração...

Estive a espreitar o vosso blog e gostei muito da ideia quatro amigas, quatro visões. Logo passo por lá a comentar, que agora o trabalho impõe-se...

boleia disse...

lol! eu ainda estou a espera de encontrar unzinho que seja! Confesso que ia achar piada, sinal de maturidade :p
beijos

Rosa disse...

Desisti de conta-los pk cada vez são mais!!! E todos no alto da pinha bem luzidios!