sábado, dezembro 21, 2013

Vida, querida,


Bem sei que às vezes só aprendo batendo repetidamente com a cabeça na parede mas se há coisa que aprendi logo à primeira e levei contigo é que um mal nunca vem só.

Escusas de ser esquecida e repetir a lição.

Já tirei vinte valores. Diversas vezes. Pareces o governo com a prova para os professores. Eles já sabem! Já fizeram provas, estágios, etc. Essa prova é estúpida e burra. Mal redigida. Sem nexo! Prova da treta! Abuso de direito é o que é!

Já aprendi!

Não percebeste?

Vai foder-te!

3 comentários:

Pepper disse...

Ainda escreves? Oh... Ainda há esperança para a blogoesfera!

Pulha Garcia disse...

Gosto da forma como nos teus textos e percepções deixas fugir uns conceitos jurídicos, como aquele piscar de olho ao artigo 334 do Código Civil. Bastard kiss.

(Muito haveria para dizer sobre o teu post primeiro, por vezes as pessoas querem ser predadoras, por vezes presas ...)

Alexandra disse...

Pepper,

Muito raramente. :)

Pulha,

Não faço de propósito. Poderia dizer que é defeito de profissão ou de formação mas acredito antes que seja defeito de fabrico.

Perdi-me nas presas e nos predadores. Não te esqueças de quem o escreve. É menos profundo do que isso. Só quero mesmo sossego!