sexta-feira, agosto 10, 2012

Como fazer-me feliz I

Cena: Ontem de manhã, por volta das 11h00.

Como de costume, Alexandra, sentada em frente ao computador, concentrada nos seus afazeres, verificava um contrato e ao mesmo tempo seleccionava  visuais e roupas que mais lhe agradavam, para uma cliente. O chamado multitasking, já que também sou multijob.

Tocam à porta. Cacau entra no berreiro do costume (a reguila é medrosa mas ninguém chega à porta sem  levar com não sei quantas árias no melhor e mais alto vozeirão possível.

Lá abro a porta, envergando o meu melhor working home outfit, isto é, t-shirt, calções, Havaianas e o cabelo o mais desgrenhado possível (a minha cliente iria adorar), para imediatamente receber uma simpática oferta com este aspecto: 




Que, depois de aberta, rezava assim:



Pestanejaram? Eu também. Para que não restem dúvidas, sim, é uma caixa cheia, repleta de Fizz! Quarenta e oito, para ser precisa!

Basicamente é isto. Afinal, há quem saiba fazer-me feliz e não é nada difícil. Anos a fio de blogue, a pedir aos leitores que enviassem leite condensado, doces e gelados, eis que a fabulosa Olá ouve as minhas preces e presenteia-me desta forma.

Ainda por cima, o Fizz, que traz-me tão fantásticas memórias, como aquela vez em que a jogar ao mata partimos o vidro da janela do vizinho mais resmungão do bairro e desatamos a fugir para só parar no Jacó e comprar um Fizz Nunca fomos apanhados mas não venham com coisas, já prescreveu. Ou a outra vez em que o meu irmão foi mordido por uma abelha, berrou que se fartou, tivemos que ir para casa, mal me deixou ver o Willy Fog e só se calou com um Fizz na mão. Bons anos oitenta em que os traumas eram recuperados com Fizz e não com psiquiatras e Prozacs. 

Portanto, para quem desesperava, o Fizz vai regressar! Seremos todos mais saudáveis, felizes e alegres!

Um beijinho à Dina e à Carla que se lembraram da blogger mais gulosa da blogosfera.

Entretanto, o meu irmão já anunciou que vai voltar a viver nesta casa. Eu, troquei com a Cacau. Ela dorme no meu quarto, com o conforto de uma cama maravilhosa e um guarda-roupa fabuloso para usufruir e eu durmo na cozinha, com uma toalhinha estendida entre o frigorífico e a máquina de secar roupa.

Já vos contei o quanto gosto do Cornetto de morango? E do Magnum branco? E do Epá, do Perna-de-pau e de um muito antigo, metade banana, metade chocolate, do qual não me recordo o nome? Do Fresh limão, Fresh Kiwi...



7 comentários:

Zaahirah disse...

E calipo de coca cola? Ena pá!

S* disse...

ahahah Óptima oferta, parabéns.

Sara sem Sobrenome disse...

Se eu disser que gosto muito do magnum de caramelo alguém me manda uma caixa com 48 lá dentro?:)

Alexandra disse...

Zaahirah,

Prefiro o de morango mas sim, os "cocahólicos" agradeceriam o regresso.

S*,

Obrigada!

Sara sem Sobrenome,

Quem sabe...

El Guru disse...

Melhor, melhor, só o Cornetto Moka que, num país consumidor de café como o nosso, aguentou pouco tempo...

Sara disse...

eh pá, isso é que foi um granda presente!

sortuda!

;)

Alexandra disse...

:)