sexta-feira, novembro 05, 2010

As bailarinas não são magras nem gordas


São bailarinas.

Para mim, é como aquela ideia em que não conseguimos identificar uma pessoa como feia fisicamente, quando tem uma personalidade espectacular.

Já agora, anteontem parti um dedo do pé na aula de contemporâneo.

Ontem, ainda fiz bboying (ou bgirling) e tango.

Hoje, está tudo a postos para as aulas de Ballet e Jazz.

Os meus dedos são o máximo!

Isto tudo para dizer que, a próxima vez que vir um futebolista fazer fita por causa de uma lesão, rir-me-ei na cara dele.

13 comentários:

Raquel disse...

Lol! Fogo, tu danças muito! Uau!

Filipa disse...

Estava com saudades destes teus textos. Compreendo-te TÃO bem. E gosto de ler alguém que, tal como eu e que com a minha idade, continua a demonstrar esta paixão pela dança.

Somos bailarinas. Mas também somos super-heroínas, por conseguirmos alinhar as nossas vidas de forma a que a dança continue a estar presente. E não é nada fácil. E nem sempre é compreendido.

Beijinhos!

Zaahirah disse...

LOOOL

Também acho pá! Bailarina é sempre bailarina! Passo-me com as bocas do género: "ah e tal é muito gorda, nem se deve mexer". Pois que vejo muita gordinha mexer-se melhor que as magras. É tudo uma questão de ter alma a dançar.

Mas olha que tu és violenta! Partes um dedo assim? Então e não tens uma tala catita no dedo?

Louco disse...

Os futebolistas são uns meninos.
Boa sorte com o dedo.

Crente disse...

"Girls were made to survive."
:)

Maria disse...

Boa frase!

Pontos de contos disse...

Há tantos mitos à volta das bailarinas, mas muito pouca gente sabe exactamente o que é ser uma. Eu sei! Ou, pelo menos, já soube...

Jedi Master Atomic disse...

Se precisares dum dedo novo, tenho a certeza que já se arranja um no continente....obviamente já com 23% de IVA também.

PS: Verificação de palavras: rinex !!! Soa a spray para desentupir o nariz !!!

Ice Cream disse...

Quando se gosta tudo se tolera, até dedos partidos.

Quem me dera saber dançar... Admiro quem sabe dançar e cantar! :D

Pulha Garcia disse...

Puseste spray milagroso?

Šaяa disse...

As mulheres são muito fortes!!!

Eu cada vez que vou fotografar um bailado (e é o que mais gosto de fotografar, adoro tudo! ) espanta-me como perfeito parece ser, difícil e apesar de compreender o quanto deve ser sofrido, estão ali a dançar (já vi algumas com a sola dos pé que parecia carne viva) como se nada fosse, lindas e maravilhosas.
Admiro o espírito de sacrifício, é preciso gostar mesmo mesmo muito!

Alexandra disse...

Raquel,

O que posso.

Filipa,

Temos que formar uma irmandade. ;-)

Beijinhos

Zaahirah,

Não há talas porque nos dedos dos pés não costumam pôr, a não ser, quanto muito, no dedão. Parti com uma pancada parva, nem percebi bem como. É sempre assim. A fazer grandes coisas nunca me magoo. Tropeço em mim mesma e pimba, dedo partido.

Louco,

Obrigada.

Crente,

E para sofrer...

Maria,

:-)

Pontos de contos,

São alienas. Toda a gente sabe disso!

Jedi,

Estás obcecado, não estás?

Alexandra disse...

Ice Cream,

Toca a aprender.

Pulha,

Spray? Não me insultes!

Sara,

É bem verdade e concordo mas, neste caso, é um pouco "batota" já que não me dói nada. Se não dói, vou ficar parada de pé para o ar, para quê? :-D