segunda-feira, abril 06, 2009

Não sou fã de correntes

Mas vi no blogue da Cris e não pude deixar de partilhar e subscrever (e "aportuguesar").


"16 ou 17 coisas que precisa saber sobre uma pessoa tatuada.

1. Não, ela não quer falar sobre isso.

2. Sim, ela teve coragem. Ao contrário de ti, que estás a pensar fazer uma tatuagem há catorze anos.

3. Não, ela não se arrependeu.

4. Ela é tatuada, não tatuadora. E não quer dar-te todas as dicas de como, onde, quando e que desenho tatuar.

5. Cuidado com perguntas do tipo “Trabalhas com tatuagens?” se não quiseres ouvir respostas do tipo “Sim, eu não tiro a tatuagem para trabalhar”.

6. A não ser que surja um clima, não metas a mão.

7. Não, ela não é um outdoor, nem um pássaro, nem um avião. Pessoas tatuadas não gostam de ser observadas como se fossem um filme. Nem de ser observadas e avaliadas como num programa de caloiros. Evita dar voltas em volta dela e olhar de cima a baixo.

8. Pode parecer estranho, mas, não, ela não quer chamar atenção. Pode parecer ainda mais estranho, mas as tatuagens são desenhos dela para si mesma, não para os outros. E têm muito mais a ver com o que ela quer dizer para si mesma do que para o mundo.

9. Perguntas do tipo “E esta aqui, o que significa?” só significam uma coisa: és um chato. Gostarias de ouvir perguntas do tipo “O que significa o teu cabelo chanel?”

10. Proibido fotografar, filmar, tocar ou comer no recinto.

11. Não, ela não quer pensar em um desenho para tatuares.

12. Sim, ela respeita se achares ridículo. Mas nem tudo precisa ser dito. Ou ela será obrigada a opinar sobre o seu enorme brinco de pena.

13. Doeu, sim. Mas o que dói mesmo é esse olhar de turista.

14. Sim, ela já sabe que você és louco pra fazer uma, mas nunca tiveste coragem. A pergunta é: “E daí?


15. Não, ela não tem tatuagem onde estás a imaginar.

16. Sim, ela trabalha num lugar muito democrático. Ou usa fato e gravata."

Posto isto, é desta que faço outra.

17 comentários:

tiagugrilu disse...

Eu não acho nada disse nem pergunto nada disso. Se quisesse muito fazer uma já tinha feito, mas não é nada que me atraia assim tanto.

A não ser que seja nos tais sítios onde ela nao tem.

tiagugrilu disse...

disso* ali em cima...

Alexandra disse...

Já percebi.

Medo de agulhas e desmaias quando vês sangue.

Nesses sítios, só piercings e grandes amputações de pele.

Jedi Master Atomic disse...

Não gosto de tatuagens no meu corpo, mas gosto de as ver nos outros.

PS: Parabens atrasados ;)

Espiral disse...

ah ah ah. tenho uma tatuagem e assino por baixo de tudo. especialmente a parte do significado. e a parte de me perguntarem o que devem fazer.


Beijinhos

Espiral

Alexandra disse...

Jedi,

Thanks!

Espiral,

Exactamente! Quando fiz a minha, estava quase a rebentar o boom da moda das tatuagens pelo que ainda levei com os sinais de admiração e olhares diferentes.

Piston disse...

Esta lista nada tem a ver com tatuagens.
Isto é apenas as formas parvas que um homem utiliza para meter conversa com uma moça.

Somos apenas pequenos calhaus cheios de testosterona.

Alexandra disse...

Errado.

Esta conversa vem dos dois sexos.

Piston disse...

E com isto percebo que são horas de fazer uma.

Alexandra disse...

Tudo ao contrário!

Mas acho que sim.

Nenhuma mulher resiste a uma garrafita de leite vigor tatuada no bicep.

Piston disse...

Vou tatuar uma alface no cotovelo. Bem viril.

Alexandra disse...

Uma cenoura.

Sempre atrais os cavalos.

Piston disse...

Isso faz lembrar-me um vídeo que corria de disquete em disquete na minha escola secundária.

Não o posso classificar como sendo romântico...

Alexandra disse...

Uiiii... Medo!

tiagugrilu disse...

Sim, tenho fobia a agulhas, mas não das de tatoo. Curiosamente, já fiz um piercing... Estranho.

Quase tão estranho como o facto de o ter perdido passado uns meses numa queima das fitas, com os copos.

Alexandra disse...

Experimenta as amputações de pele. Ou de um braço.

du disse...

confirmo os 16 pontos e já ultrapassei a meia dúzia de tatuagens.
há sempre uma, ou um triste que vem fazer essas perguntas, mesmo que não te conheçam de lado nenhum.
bom post!