domingo, abril 06, 2008

Eu sei que vou te amar (Ler, novamente, com pronúncia de novela, em jeito de canção) II


Quando me levares ao ballet e à ópera.

A sério, que vou.

Mesmo que ronques despudoradamente, de boca aberta, durante todo o espetáculo.

Possivelmente, irei fingir que não te conheço.

Chamar o segurança ou encher a tua boca de creme depilatório.

Mas vou amar-te muito.

Corações.

Corações saltitantes, trespassados pelas flechas do cupido, a esvoaçarem à minha volta.

7 comentários:

Hugo M disse...

Este post é tão tu...

Jedi Master Atomic disse...

Já estou a imaginar a boca cheia de creme depilatório...lol

PS: Agora penso que consegui enviar

Alexandra disse...

Hugo,

:D

Jedi,

Eu não disse que te vou amar!

Vou amar... alguém... algures... no futuro!

Alexandra disse...

Jedi,

Vi agora em casa pois no escritório não dá para ouvir.

Obrigada! Ena!!!! Fiquei curiosa com o texto. Tens mesmo jeitinho!

Se deixasses, até punha aqui o teu presente para o pessoal apreciar os teus dotes. Mas só se deixares!

Mais uma vez, obrigada! :-)

Jedi Master Atomic disse...

Amar ?!?!? Eu não disse isso. Só fiz uma imagem do creme...lol

Convencida !!! :P

Quanto ao texto não há nada a fazer. Não tenho jeito para a escrita e não consigo repetir uma vez que fiz por intuição.

Curioso, curioso é que aplico o mesmo para a musica. Já não sei repetir a mesma musica que te mandei, mesmo que quisesse...lol

Quanto a tornar publica a minha arte (lol) ... preferia que não !!! É mesmo só destinada a quem eu acho que merece !!! :P

Alexandra disse...

Jedi,

Calma!!!

Pois, eu antes também escrevia as parvoíces só para mim, até me convencerem que não há melhor do que as partilhar.

Mereço? Assim, sim, fico convencida!

su disse...

o teu leite condensado é um must. ouvi n comercial e não resisti...só pra provar:) muito bom!!