quarta-feira, dezembro 26, 2007

Saldos de Natal

Este ano o Natal até correu bem.

Sábado, chego da minha aula de ballet - Esta é outra aventura que tenho de relatar, “Oh, meu Deus, tens tantas facilidades, até o pezinho tu tens!”, diz maravilhado o Professor babado…

Anyway, onde é que eu ia?... Ahhh!

Sábado, chego a casa da minha aula de ballet e encontro os meus pais na cozinha a depenar um par de perdizes (Troféus dos dias de caça do meu pai), perante o olhar horrorizado e enojado do Reggae.

Periquito traumatizado: - 9.

Domingo, com dois palitos a segurar as delicadas pálpebras (noite anterior no Lux e converseta, entre lágrimas de mulheres, até às 7h00 no carro), lá me desloquei à piscina do Well para momentos de silêncio e relaxamento massajado. “Olá! O que é que estás aqui a fazer?? O Clube fecha daqui a meia hora!”

Relaxamento e descanso das semanas loucas que tenho tido: - 11.
Ingresso na loucura do Colombo para comprar a última prenda para o meu irmão: -4 (Foram quinze singelos minutos, sou cirurgica.).

Chego a casa e ninguém arrumou nada, montaram sequer a árvore e ainda tenho de fazer a árvore de natal toda: -7.
Fazer bolos até às 23h: - 5.

Segunda-feira, cozinha, cozinha, cozinha. Acordadinha Às 7h30: -9.

Jantamos.
Bebo meia garrafa de Baileys.
21h30 e atiro para os meus primos:

- Eu já volto! – Surrupio-me.

Quase as doze badaladas e foram dar comigo a roncar no quarto. Despuduradamente.

Inclusivamente, metida nos lençóis.

Enrolada. Quentinha. Protegida.

A sonhar que ainda dormia e roncava mais alto.

Já sei.

Deprimente.

Súbito abanão vigorosamente aplicado pela minha mãe, ao que respondo, desgostosa:

- Não, não quero ir trabalhar!!!

Chapada na cara e lá acordo: - 7 (Doeu).

Afinal era só mesmo para ir abrir os presentes.

Não recebi um único par de peúgas ou pijama: + 20!

Ninguém discutiu em todo o serão: + 10.

Hoje, deixei levemente cair a minha cabecita sobre o ombro de um passageiro do metro (deve ter ficado com nódoa negra). Enchotou-me, o desgraçado: - 3.
Perdi um sapato pelo caminho na maravilhosa calçada portuguesa (the usual) e, neste momento, enfrasco-me em comprimidos de guaraná e chá verde enquanto penso que TODOS, sim, TODOS lá em casa estão de férias: - 19.


A empresa funciona a meio gás e posso FINALMENTE tirar dez minutos para escrever para o blogue: + 1000.

Há coisas fantásticas, não há?

8 comentários:

Jedi Master Atomic disse...

WEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE !!!

SHE'S BAAAAAAAAAAACK !!!
E eu a pensar que só te voltava a "ver" em 2008. Quase que organizamos um pelotão de salvamento para te ir buscar ao escritorio....LOL

Mas que belo natal que a sra. dra. teve.

PS: Comprimidos de guaraná e chá verde...sua maluca....fazes muito bem !!! ;)

Estrellinha disse...

Ah! Como me sabe bem vir agoniada e ler este post maravilhoso pela manhã.

Ehehehehh!!!

Beijocas

tavguinu disse...

olha... voltou :-)

*

Ana disse...

Maravilhosa prenda resolveste dar...

Alexandra disse...

:-)

Não foi por mal, as saudades eram imensas mas não tenho tempo sequer para encontrar o piolho psicadélico que vive no meu cocuruto.

htsousa disse...

LOL, post muito bom!

Compreendo muito bem a falta de tempo...

Gione disse...

Ai que saldades!

S. Pedro disse...

Aulas de Ballet ?

Há por aí alguma escola que dê aulas de Ballet para adultos? Sempre quis e sepre achei que já era tarde demais...

Se puderes diz-me qualquer coisa...

Ah! Amei o teu blog !