segunda-feira, agosto 20, 2007

Panado de avestruz

Como já é hábito, sábado de manhã, estava no ginásio à espera que a Sofia e a Carmen se despachassem para irmos para a praia.

É sempre a mesma novela. Chega a sexta-feira e a Sofia dá-me na cabeça a pedir para não ir para o ginásio. "Passas a vida no ginásio! Descansa!"

Sensato, não fosse isto sair da boca da detentora do recorde dos dois minutos na elíptica.

Visto que aquelas duas nunca estão prontas antes da uma da tarde, o pedido é sempre contrariado. Assim, vou, pelo menos, à aula de aeróbica.

Terminadas as piruetas rodopiadas, a mensagem da praxe no telemóvel. “Alexa, vai treinar. Atrasadas!" Como já sei o que a casa gasta, aproveito a longa demora para fazer um treino intensivo.

Só que, neste sábado, estava sem vontade para levantar uma andorinha anorética, em pleno voo, rumo aos países do sul.

Aproveito, então, para fazer o meu exercício preferido. “Dar à língua”.

Encontro o Álvaro e a Ana, a treinarem supino plano no multipower, e entro na picardia.

- Álvaro, no multipower? Isso é de instrutor? Por que é que não fazes com a barra livre que é muito mais difícil? Só a barra pesa vinte quilos e a instabilidade adiciona dificuldade!

- Nem penses! Quero por carga a sério! - Riposta, já a adivinhar a conversa.

- Mas treinas melhor com aquela. Isso é para principiantes!

- Não!

- Pffffffff! Tanta coisa e só pões essa carga? Fraco.

Entretanto, a Ana ria-se.

- Estás parva? Nem uma repetição fazes com isto!

- Pfffffff! – Rondo a carga e começo a fazer contas aos discos acumulados e à vida. – Uma? Só uma? Queres apostar? Vinte e cinco euros como consigo!

- Ahahaha! Tontinha! És a super-mulher, não?

- Aposta! Aposta! Uma vez, na viagem de finalistas, apostei com um colega que fazia seiscentos abdominais e ele ficou a arder dez contos! Ai, quando eu quero... Aposta! Vou fazer!

Sem esperar pela resposta, retiro a toalha dele do banco, atiro-a ao ar e coloco a minha. Adapto os pulsos à pega, verifico se a direcção da barra estava no sentido do peito...

- Estás a fazer o exercício mal. Tens que puxar o banco mais para trás. Maçarico, a barra vai em direcção ao pescoço! – Provoco.

Olho à minha volta, inspiro confiança e preparo-me, novamente. Seguro a barra, tiro as pegas de segurança, faço força e....

Ainda de bem que o moço não apostou.

Porque a barra, cara blogolândia, cai violentamente sobre o meu peito, contrariando a força dos meus bracitos, tremeliques, incapazes de a suster. Cai pela gravidade e sem dar oportunidade a alguém que a segurasse e me protegesse.

Peito completamente esborrachado, a Alexandra entalada pela barra e pela vergonha.

Gargalhada geral na sala.

Com as faces a arder, afundo o rosto na toalha e saio de mansinho, rabo entre as pernas, soltando suaves e envergonhados ganidos.

Ao que parece, aqui a espertinha havia feito mal as contas. Contei vinte e cinco quilos.

O que seria perfeito.

Não tivesse ignorado os outros vinte e cinco do lado esquerdo. A barrita pluma pesava cinquenta quilos.

Alexandra, a avestruz panada.

14 comentários:

Sofia disse...

Amiga!!! O sábado de manhã é sagrado!!! Nem penses que me vou levantar antes :)
Fico de Birra!

Alexa és a minha heroina mas 50kg não exageres e tem calma, n me apetece nada em vez de ir à praia ir para o hospital :)

Louca!!!

Beijinhos Grandes

Sofia disse...

Amiga!!! O sábado de manhã é sagrado!!! Nem penses que me vou levantar antes :)
Fico de Birra!

Alexa és a minha heroina mas 50kg não exageres e tem calma, n me apetece nada em vez de ir à praia ir para o hospital :)

Louca!!!

Beijinhos Grandes

Alexandra disse...

Sofes de birra é do pior que há...

Pois, eu sei... parecia o Guterres a fazer contas.

Beijo

lazy.matt disse...

É um dos motivos pelo qual algumas pessoas continuam a preferir acordar às 13.00h no Sábado.

Estar em forma é giro mas ao Sábado não vale a pena.

Alexandra disse...

Quando é que esta gente entende que não vou ao ginásio para ficar em forma?

Eu adoro tudo o que seja aula coreografada. São umas belas gargalhadas pela manhã. Quanto ao exercício, dá-me gosto. Claro que geralmente saio de lá e vou directa à Hägen Dazz.

Jedi Master Atomic disse...

"2m na eliptica" -> LOLOLOLOLOL

Não levantas 50Kg com os braços??
Já não és Super-Xana !!! Vou tirar esse nick do meu blog :P

LOL

tavguinu disse...

e eu a pensar que era uma receita de bifes de avestruz e vens-me tu com pesos.

tinhas ganho se o peso fosse em latas de leite condensado...

Jorge disse...

You are a sick girl!

asdrubal tudo bem disse...

eu pagava para ver :-) lindo. calculo que para lá da moral em baixo não tenhas tido nenhumproblema fisico por causa da brincadeira.

Alexandra disse...

Jedi Master,

Levantar quase o meu peso com os braços? Q'horror!

Tavguinu,

Já expliquei que este não é um blogue de receitas.

Claro... Ficavam vazias num instante!

Jorge,

Rapariga da SIc?

Asdrubal tudo bem,

Felizmente o ginásio estava quase Às moscas.

Agora quando uso decotes ou vou à praia, digo que a marca é de um biquini "supê" fashion que trouxe do Brasil...

Ervilha Escriba disse...

Alexandra,
Se calhar se aloirasses o cabelo passavas mais despercebida a fazer esse tipo de coisas ;-)

Mas agora a sério, 600 abdominais? De seguida? De quais? Estou boquiaberto!

Sofia,
Obrigado! Nunca mais vou ter vergonha dos meus 3 minutos no cross-trainer!!!

Ervi

Alexandra disse...

Ervilha escriba,

Pois, já pensei nisso mas Pocahontas loira... Não me parece!

Crunch normalíssimo. Fácil! Quer dizer, lá para o meio da conta já sentia os abdominais e no dia seguinte estava com uma barriga de fazer inveja. Giro foi ele a rondar o meu namorado para saber se depois me tinha queixado de dores!

Credo, 3 minutos???

Luis Cassiano Neves disse...

Grande Alex!

Preocupa-me o facto da barra ter caido no teu peito... em caso de dano visivel (amolgadela), recomendo o soutien que motivo um post anterior, e vários olhares indiscretos no Tamariz.

: ))

Mtos bjns

Alexandra disse...

Cassi,

Esse soutien já foi doado como ninho às andorinhas que moram na parte superior do meu parapeito da janela.

Aposto que no próximo verão precisarão de muito mais aconchego do que eu!

Beijo