sexta-feira, agosto 16, 2013

Espontaneidade - um bem precioso que se perde com a idade



Estou farta de Lx em Agosto.

Já não aguento. 

Se há quem adore a cidade neste mês pelo trânsito, honestamente, deprime-me. Lisboa é muito bonita mas reservo-lhe o encanto para o início do Outono. Ou para os turistas. Os meses que o antecedem são um martírio.

Ainda não vi um sinal de férias e tudo o que seja fugida espontânea para pessoal a partir dos trinta é difícil. Mesmo que seja apenas por um fim-de-semana. Ai os filhos, ai que gosto de combinar com antecedência, o namorado, a namorada, os casamentos, ai as dores do reumático. Ok, obrigações, responsabilidade. Não só. Há uma ponta de medo, nisto tudo, de desconforto pelo que não se controla. É mais fácil arranjar justificações do que tentar.

Quando é que esta gente perdeu todo e qualquer espírito de aventura e de espontaneidade? Sou tão metida na concha a viver a minha vida contra a corrente que mal dei por isto. bem, dei. Cerrei os olhos, olhei para o lado e talvez tenha feito por não crescer (Se por crescer entenderem levar uma vida convencional, a seguir a cartilha que já vem das gerações anteriores. Aquela coisa do casar, filhos e meter na cabeça que agora somos muito diferentes.).

Seja como for, sair por um fim-de-semana combinado na Sexta-feira anterior é assim tão difícil? 

Todos os rios correm para o mesmo lado? 

A resposta é não.

Resultado: Amanhã ou Domingo, o mais tardar, vou. 

Não sei ainda para onde, se para Paris ou Ibiza, ou mesmo aqui para o Alentejo ou o Algarve, se estendo a "loucura" e vou uma(s) semana(s) para outro continente mas vou. 

Se é para os copos, as noitadas, as risadas, a cultura, as praias, a introspecção, o isolamento, não sei. Ainda bem! As expectativas lixam sempre tudo.

Já viajei sozinha e adorei. Há viagens que pedem companhia e por isso são inesquecíveis. 

Venha o que a sorte ditar.

Cada um faz por seguir o seu percurso. 

Eu vou reencontrar o meu.

(Aberta às vossas sugestões e quem quiser partir é bem vindo. - Só porque aquela coisa da espontaneidade é muito preciosa para mim.)

Beijo

4 comentários:

Piston Homem disse...

Anda.

Pulha Garcia disse...

Eu viajo muito sozinho, por vezes para outros continentes, e nunca me arrependo. Se tivesse que escolher um local para ti, para ires de férias, neste momento acho que escolheria costa alentejana. Sempre me senti acolhido por essas paragens. Beijo, boas férias e melhores passos de dança.

wednesday disse...

Espero que tenhas encontrado num ápice esse destino, a companhia e o efeito desejado.

Tenho saudades de o fazer espontaneamente, mas só de pensar no que teria de empacotar por causa do pirralho... lol :)

Bomber disse...

Tenho um post preparado que fala precisamente no fim da espontaneadade quando temos filhos.

Bjs