terça-feira, fevereiro 05, 2013

Racionalidade


Que a minha cadela é sobredotada, há muito que tinha apercebido-me disso. 

É muito sim. Mais do que os putos com três anos das minhas amigas. Sim, aqueles que balbuciam gããh e automaticamente estão a falar em Inglês. Aqueles que jogam Tomb Rider e ainda usam o penico (Automaticamente, aí têm uma lista dos "futuros" tarados.). E até os mais espertinhos. Caramba, até poderiam falar Inglês e criar programas informáticos que a minha Cacau é muito mais sobredotada.

Cenário:

Eu na casa de banho a fazer x... a guardar os novos sais de banho, com a porta encostada, com o ar mais deliciado (e aliviado) do mundo, após ter estado três horas, a correr de um lado para o outro e no trânsito, com vontade de guardar os sais de banho.

Focinho a empurrar a porta, eis que aparece a cabeça da Cacau a espreitar, curiosa com os sais de banho e ao mesmo tempo indiferente porque o que ela quer são festas na barriga (...gota mai linda da Cacauuuu!).

- Agora não, Cacau! Agora não posso! Sai lá! Vai-te embora.

Entristecida, Cacau olha para mim com os olhos grandes e desapontados e, ao mesmo tempo, (ORA ATENTEM BEM) com a pata direita puxa a porta e recua, saindo e deixando a porta encostada. Sim, a Cacau puxou e fechou a porta com a pata.

Não acreditando no que vi, saio a correr para abraçá-la e osculá-la, berrando "Cacau, tão linda!, Cacau, tão linda!", esquecendo os sais de banho e tudo o resto (Incluindo as cuecas e as collants que estavam em baixo e me fizeram tropeçar e cair estatelada no chão. Não nos desviemos do assunto.)

Posto isto, que um cão saiba abrir as portas tudo bem. A Cacau era uma formiga e já empinava-se para a pega do elevador, tentando puxá-la. Essa não conseguiu porque precisava de ter mãos mas sabe abrir portas normais, com as patas ou o focinho. É natural. Faz parte da necessidade. Que um cão saiba fechar portas porque lhe ensinaram um truque, tudo bem. A Cacau sabe fazer desaparecer cinco bifes de vaca, em três segundos, e aprendeu-o apenas numa tentativa. 

Agora, que a Cacau saiba fechar uma porta porque entendeu aprendê-lo, assim do nada, e que deveria sair e fechar a porta, quando apanha alguém a arrumar os sais de banho ou os shampôs, lamento, pais de crianças dotadas, mas a minha Cacau não só é extremamente inteligente como é de uma educação que rareia nos tempos de hoje. Igual não há. Os vossos putos são uns pelintras.

Calma. Não se apoquentem. Vejam isto como uma benção. 

Enquanto tenho a Cacau, estou feliz e satisfeita e o relógio biológico foi de férias.

Imaginem um filho meu para competir com os vossos?

Não teriam a mínima hipótese.


*Um beijinho enorme à super-mamã Mónica. Venha a princesinha!

6 comentários:

S* disse...

Poça, cadela esperta. Os bichos gostam de espreitar o pessoal a fazer necessidades, mas nunca conheci um que soubesse fechar portas.

barroca disse...

O meu pinscher miniatura esperto'comu'raio desafia a Cacau para um jogo de xadrez! :D

Pulha Garcia disse...

Os meus 3 sócios têm todos à volta de 30/40 anos, pais de família, etc, e não conseguem fechar uma porta. Talvez devesse colocá-los em contacto com a Cacau...

estenaoeumbloguedemoda disse...

Tenho de ensinar esse truque ao meu gato. O raio do bicho adora assistir coisas que eu gosto de fazer em privado!

estenaoeumbloguedemoda.wordpress.com

ann.dorinha disse...

ehehehe! Muito bom!
O meu gato Sushi não lhe chega perto mas tb faz umas coisas bem giras! :)

Juanna disse...

Só há um pequeno detalhe... eu tenho 2 filhas, uma já bastante grande e outra pequena ainda. E já tive um cão. E ter cães é como ter filhos, só que os cães nunca crescem enquanto que as crianças evoluem. Oraaaaa portantooooooooooooo..... acho que tens razão lololol