sexta-feira, janeiro 21, 2011

Dá Deus nozes a quem não tem dentes


Basicamente, é isto.

Sinto um desprezo inigualável por quem abre a boca com gosto para dizer que não vai votar.

Agora, até existem criaturas que criam eventos no Facebook a convidar para não ir votar.

Estou quase, quase, a apagar uma mão cheia de amigos e para esses, que proferem tais impropérios, que se lixe a liberdade de expressão, que tão mal e porcamente estimam.

9 comentários:

marisa disse...

Sem duvida...e depois são os primeiros a queixarem-se de quem está a governar!Enfim, é um desrespeito pelos que tanto lutaram em ter direito a voto.

Anónimo disse...

O povo português "os chico-espertos" acham que não vale a pena perder tempo para ir votar... Na minha opinião deviamos adotar a lei brasileira, em que o povo é obrigado a votar, caso contrário pagam uma multa.

pensamentosametro disse...

Nem mais Alexandra, é lamentável que apreciem tão pouco aquilo porque tantos lutaram. foi-lhes dado de bandeja o direito a escolher e até isso deitam fora, depois é vê-los a encher a boca e a cuspir toda a espécie de disparates e baboseiras.


Beijo



Tita

amsf disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Zaahirah disse...

Ó amsf andaste a debitar esse mesmo comentário em todos os blogs que falaram sobre o tema? Olha que essa frase a rimar é um pouco... como direi... estranha!

Tu bate-lhes Alexandra! É tudo a mexer o rabo para espantar o frio! :P

Alexandra disse...

Propaganda no meu canto, sem autorização e ainda por cima para um tipo que não diz coisa com coisa é que não.

Anónimo, apesar de todos os princípios que estudei, também acho que estamos a precisar da solução brasileira, quanto a esse ponto.

Isso e umas boas aulas de educação cívica.

Beijinho, Tita!

Zaahirah,

Bater não. O lápis azul é bem mais castrador. :-)

Jedi Master Atomic disse...

Nãããããããããããããão...não me desamigues...snif snif :P

lady passion disse...

nem mais!

ordinarygirl disse...

E a malta que não vota "pq n há metro na trofa e enquanto não houver metro na trofa a gente não vota" ou "não há posto médico em Granho por isso enquanto não houver posto médico em Granho a gente não vota". Bora lá maltinha, é assim que se resolve tudo. Vai lá o PR guiar o comboinho e dar consultas.