quarta-feira, julho 21, 2010

Ó caraças!


Preciso MESMO de um animal e, afinal, convencer o meu pai de que a casa precisa MESMO de um cão está a ser tarefa tão hercúlea quanto o foi nos últimos, vá lá, vinte e oito anos. (Aprendi a falar a pedir um cão... Quase.)

Sendo assim,

Exma. Sra. Cegonha

À semelhança do que faz com os bébés, pode deixar, de surpresa, um cão à minha porta?

E, já agora, pode ser esta?

Já me apaixonei por ela...

Atentamente,

Aquela que tinha um periquito anjinho

13 comentários:

El Guru disse...

A Bruna é linda e merece ser feliz!

Zaahirah disse...

'Tadinha!! Há gente muito má!! Ainda bem que existe uma coisa chamada Karma...
(leva a bicha para casa, de surpresa, e quando o teu pai chegar dizes que a encontraste na rua! :P)

Gata das Botas disse...

Vai lá buscá-la de uma vez!
Senão vou eu...

Sílvia disse...

Espero sinceramente que consigas convencer a família a ficar com ela, é linda linda linda e merece uma familia que a trate bem. Ainda por cima é um gesto louvavel da tua parte adoptar um animal de um sítio como o refugio das patinhas à bastante tempo que sigo o trabalho deles e é absolutamente espectacular o que fazem :)
espero mesmo mesmo que fiques com a bruna :)

beijinho***

A disse...

eu posso a trazer este fim de semana e solto-a na tua rua. escreve aqui o nome da rua e o número da porta.

A disse...

não, a sério, sem brincadeiras. eu posso trazer a cachorrinha para quem a quiser e não puder ir até ao porto. mas vejo-me na liberdade de fazer testes psicotécnicos para filtrar possíveis bestas, que nem uma pedra confiava para tratarem.

Alexandra disse...

Bem que gostaria.

De surpresa não posso, porque o meu pai entretanto garantiu que sai de casa se alguém levar um cão sem a sua autorização. Pai é pai, há-que respeitar...

Amanhã, mudo de táctica e começo a enviar-lhe emails com as vantagens de ter um cão.

Ainda assim, queria muito esta menina.

A, o problema não é o transporte. É a autorização do senhorio...

anatcat disse...

Possas Alexandra,
já estou aqui farta de chorar por causa do Napoleão e da Bruna.

Eu tenho uma gata, a Beatriz.
É a 3ª.

Já tive um gato e depois outra gata, um de cada vez (O Baltazar e a Miúfa respectivamente).
Infelizmente já faleceram.

Viram todos viver comigo porque ninguém os queria. E digo-te não foram nunca outra coisa senão uma fonte de alegria e felicidade.

Eu deixei de visitar sites dessas instituições, porque sinceramente não tenho estômago.

Já resgatei gatinhos da rua que entreguei à Felinus e sei que hoje estão felizes com os seus donos e envolvi-me bastante nessas causas.

Já fui "familia de acolhimento" de gatos em transição etc.

Mas com as histórias que via comecei a andar seriamente deprimida. Tive que me desligar.

E pronto, não sei porque é que estou para aqui a escrever isto tudo.

A não ser para te dizer luta pela Bruna. Acredita que vai ser uma fonte de felicidade quer para ti quer para o teu pai.

Os pais torcem o nariz, mas depois apaixonam-se pelo bichinho da casa.

Cate disse...

AI QUE LINDA!

Alexandra disse...

anacat,

Estou mesmo a tentar. Quando era miúda, ficava de castigo porque todo o santo cão que encontrava na rua era levado para casa.

Uma vez a minha mãe deu com sete, todos escondidos na garagem, no terraço, no meu quarto, na casa das máquinas...

Também não sei como reagirei se for à UZ ou a um canil.

Desde que o Reggae se foi, tenho passado boa parte do tempo livre a acompanhar tudo o que é sites, bem como as páginas do Facebook. Percebi logo que não conseguia escolher.

Esta, não sei... Quero-a muito.

A disse...

gata? não o queres tu. só tens de vir a lisboa, ou podes ir levanta-la à rodoviária de coimbra.

eu ficava com ela, mas em lisboa não tenho lugar e em casa dos meus pais entre cães, gatos, ovelhas, patos, coelhos, galinhas e dois filhos desordeiros já não há espaço para mais bichos.

Alexandra disse...

Calma, A! Deixa ver como corre o fim-de-semana. Primeiro estou eu! :-D

Gata das Botas disse...

Tranquila, Alexandra!
Sou voluntária numa associação de defesa animal, tenho aqui pertinho os meus eleitos, não te iria roubar a menina!
Além disso tenho 3 gatos, seria impossível levar um cão para casa. A minha mais velha fazia-lhe a folha em menos de nada (é assim para o possessiva, digamos). Pelo menos de forma definitiva, porque quando é necessário também sou FAT.