quarta-feira, julho 28, 2010

Fez-se fumo branco

Após trezentas e quarenta e oito chantagens emocionais.

Estou farta de beliscar-me.

Agora, torçam todos para que seja seleccionada para ficar com esta ternura.

Entretanto, adivinho que a bebezola terá ainda umas semanas de recuperação pela frente. E que tenhamos de ter muita paciência com ela. Certamente, dará os seus frutos.

Até lá, já estou a preparar a casa toda para a receber.

Por preparar entendam arranjar os espaços para dormir, comer, brincar mas também livrar o chão de quaisquer objectos que possam ser perigosos para a sua saúde e proteger as peças que queremos salvar à sua "espontaneidade típica de criançola" (Sim, estou a falar do roer, mastigar, destruir. Faz parte. Não se evita tudo, salva-se o essencial.) Para não falar de toda a literatura que me espera. Para saber cuidar também é preciso conhecer e aprender. Já sei, não vou ter um filho. Não obstante, é uma bébé.

Portanto, Todos a torcer para que me escolham!

Sinto-me com cinco anos e a receber o presente de Natal que mais desejei em todos os tempos: A caixa de aguarelas.

18 comentários:

Gata das Botas disse...

Hip, hip hurra!!
Epá, depois de tanto trabalho para convenceres o teu pai, tens mesmo que a levar contigo! :)

Piston disse...

Onde é que se vota? Há expulsões?

Recantos e Pensamentos disse...

Ah, ela é linda... Que iniciativa bonita a sua! Parabéns!! Bjos

Jedi Master Atomic disse...

E nao tens tu gatos, senão não era só do chão que tinhas que retirar objectos. Boa sorte !!!

El Guru disse...

Yeah!
Ainda bem que conseguiste. Se precisares de alguma coisa, é só dizer.

Chisca disse...

Muitos Parabéns :-), eu já não consigo convencer os pais :-(, já temos dois lá em casa.

Bjs


P.s Selinho no meu Blog

Gi disse...

Que bom!
A fazer figas. :)

anatcat disse...

:)))))

Estou tão feliz pelas duas.

Que boas notícias :D

Alexandra, se precisarem alguma coisa é só pedir, ok?

Sílvia disse...

Oh fico mesmo mesmo muito feliz por teres convencido o teu pai a ficar com ela :)
Depois dá notícias de como está a correr a adaptação xD

beijinho***

Catarina e Teddy Boy disse...

Não te esqueças de esconder os fios da electricidade ( o meu acabou de roer os do pc) e de por jornal no chão para ela se ir habituando a fazer num sitio só.
Vais mudar o nome?
Boa sorte!

Catarina disse...

Estou a torcer com muuuiiiiittttttaaaa força!

Alexandra disse...

Agora, só falta conseguir contactá-los. Dois emails em duas semanas (o primeiro, enviado à dez dias atrás, a demonstrar interesse e para saber dos progressos dela) e dezenas de chamadas sem resposta. Sequer atendem.

Já percebi, por indicação deles numa página qualquer do Facebook, que raramente atendem o telefone mas assim é difícil!

Gata das Botas disse...

Alexandra,
o trabalho destas associações é feito (quase) todo por voluntários, é normal que por vezes não consigam atender os telefones nem ver os mails com a frequência que seria desejada... Falo por experiência própria, muitas pessoas nos criticam, mas se estamos em reuniões ou a dar aulas, por exemplo, é impossível atender telefonemas! Não é falta de interesse ou desleixo, antes pelo contrário.

Vai tentando.

Alexandra disse...

Gata,

Compreendo e respeito isso.

Se fosse aqui ao lado, já teria passado por lá. Assim, terei mesmo que ter paciência e esperar por um primeiro contacto. :-)

Angelblue disse...

Linda e a precisar de muito carinho... solto sempre as lagrimas e fico com o coração cheio de pó com este tipo de maus tratos a bichinhos tão dedicados e indefesos. Desejo que sejas a escolhida pois tenho a certeza que a vais tratar muito bem, como ela merece <3 beijinhos e parabéns, pois o Mundo precisa de pessoas como tu, muitas...

BUBBLES disse...

Optima escolha. Tem um ar tão dócil... E parabens pela iniciativa.

Alegre Casinha disse...

Fiquei comovida com a história da Bruna. E muito contente por saber que tem uma casa e uma família à sua espera. Parabéns!

Alexandra disse...

New update:

Já consegui contactá-los. A Bruna já esteve em processo de adopção com uma primeira familia mas esta devolveu-a. Ao que parece, a Bruna tem terror de espaços e pessoas novas e as pessoas esquecem-se que é preciso ter um pouco de paciência.

Está agora em processo de adopção com uma segunda família.

Isto é um misto de felicidade por ela e tristeza por não a ter.

De qualquer forma, informei a responsável que vou aguardar algum tempo pela Bruna, não vá esta família cometer a mesma infâmia que a primeira. Enfim, tenho todo o tempo do mundo e quero "garantir" que a bicha não fica sem casa.