segunda-feira, março 15, 2010

Walking closet

É, basicamente, o sonho de toda a mulher.

Pronto, de muitas mulheres, pelo menos, era um dos meus.

Que acabou de ser realizado na semana passada.

Neste momento, possuo um dos maiores walking closets em Portugal.

Passo a explicar.

A Alexandra, com os seus dotes de super-mulher (Aqui lá vão cair muitas alminhas em como passo o tempo a vangloriar-me de o quão maravilhosa sou.), para além de ser advogada, bailarina, blogger erudita, tinha também uma loja com as coisas mais giras que podem imaginar.

Só que depois veio o papão feio da crise e, por culpa do papão da crise (ou incapacidade abnegada de gestão desta que vos fala), a Alexandra entendeu ser melhor encerrá-la, a bem das suas finanças e saúde mental, e esperar um pouco para que a conjuntura passe e pensar numa reabertura.
E porque é que estou a falar à futebolista, na terceira pessoa? Bom, não sei.

Continuando, sorte a minha que quem fez a decoração da loja fui eu mesma e acabei por aproveitar muitas coisas giras para pôr em casa. Que é como quem diz no quarto, porque ainda habito na casa dos meus pais. Naturalmente, a maioria das peças foi para a arrecadação, ainda assim, não resisti salvar umas para a luz do dia, a saber:

- Um torço feminino forrado a tecido preto com uma base de metal rectangular (daquelas fininhas), giro, giro para pendurar peças de roupa;

- Uma estante quadrangular em Wengué (que tinha, antes, junto ao balcão), excelente para arrumação (IKEA, que tem soluções muito em conta para jovens empresários*);
- Uma estante da mesma linha, desta feita em torre e em branco lacado, com luzes led (também IKEA, que adoro por se misturar com o branco das paredes);

- Duas prateleiras de 1.90m, branco lacado, adivinhem de onde;

-Um charriot em metal (duplo e não o da imagem);

-Uma banqueta com a base em Wengué, forrada a veludo lilás (da Musgo);

- Um candeeiro de mesa com abajur e base em vidro transparente encarnado (adivinhem de onde);

-Três lustres em prata e brilhantes que não faço ideia onde os meter, o que é uma grandessíssima pena mas que quero salvar da ida para a arrecadação),

- Um espelho enorme, com moldura grossa e pesada pintado a prata;
-Variadíssimas molduras;

-E a roupa, pois, mais ou menos centenas de biquinis, peças de fitness, vestidos de festa, peças casual, que necessito ter sempre à mão porque não fechei as vendas.

Portanto, o meu quarto, que outrora permitia espaço para realização de pirouettes e alguns deboulés, basicamente deixou de o ser para se tornar num walking closet.

E está giro, acreditem, muito giro. Ainda quero ir ao Ikea arranjar uma solução para tapar o charriot e, consequentemente, quebrar tanta cor num quarto que, outrora, era pacífico em branco sujo, vengué e azul caraíbas, por outro lado, impedir que as peças apanhem pó (Lembrei-me de um mosquiteiro branco e transparente.) e comprar umas quantas caixas para arrumação.

Como disse, está mesmo giro. Neste momento, organizei a minha própria roupa por estação e cores. O sonho de muitas mulheres. As minhas amigas morrerão de inveja.
Só que é do caraças. Sim, queria um walking closet mas tenho saudades do meu quarto. Queria um walking closet FORA do quarto. A cama, a secretária antiga dos meus bisavós, a escrivaninha, a mesa de cabeceira desaparecem no meio das outras coisas. Volto a dizer, está giro mas acordo sempre com uma vontade de ir às compras. Ou sonho com roupa. Ou que estou no Brasil a escolher peças. Convenhamos que sonhar com o moreno do ginásio é bem mais apelativo.

Tenho cá para mim que hoje começo a ver lojas...




















* Nota: Este post não é publicitário. Ainda estou à espera da resposta da Nestlé. Ainda assim, valha-me o IKEA!

9 comentários:

Rita C disse...

E que mal pergunte, posso saber onde era a tua loja? E como fazes para continuar as vendas... tens algum outro blog? Mera curiosidade minha.

Bjs

Rita

tiagugrilu disse...

Portanto, dormias num quarto e agora dormes num WC...

- É isto da crise...

Piston disse...

Não tens isso à esquadria.

Gi disse...

Podes ir dançar para a Loja!

Ela disse...

Antes de tudo, verificação de palavras: Neste... mais um L, depois do t e estás com patrocinios!! :P lol

Coloca aqui os biquinis e algumas roupas, que pode ser que a malta compre... eu até ando a procura de biquinis e roupa de fitness, interessa sempre, mesmo que tenhamos que pagar portos... ;)


Coloca, principalmente dos modelos que nao te servem, ou nao gostas tanto, ou nao se acentam tao bem! ;)

Isso bem embrulhadinho, fica pouco dinheiro nos portos! ;) Pensa nisso!

Zaahirah disse...

Olha fazes assim, quando chegar o Verão fazes como os negros-feirantes: pegas numa trouxa e vais andando de praia em praia vendendo biquinis. Então se levasses um modelito vestido aposto que fazias sucesso! ;)

A disse...

e eu a pensar que um walking closet era um passo de ballet.

adoro o sarcasmo que pontua este post, "walking closet", "quão maravilhosa sou"... pérolas!

Alexandra disse...

Rita C,

Em Campolide.

Continuo com vendas on-line e em eventos.

Tiagugrilu,

Exacto.

Piston,

Estamos numa época em que não ligamos à esquadria. Daí ter perdido o quarto.


Gi,

Já a entreguei, com muita pena minha, sobretudo pelo chão amravilhoso que lá pus.

Ela,

Aqui, nem pensar, não gosto de misturar as coisas e identidades. Já estão no sítio adequado.

Zaahirah,

Isso de envergar o modelito,s eja biquini ou vestido sempre fez sucesso. Garanto! Mas espero não chegar a tanto.

A,

Aposto que haverá muita alminha que lerá este texto e pensará "A estúpida!"

Pinkk Candy disse...

transformaste o teu quarto, numa espécie de "loja"? não percebi bem...