quinta-feira, setembro 24, 2009

Gastronomias



Ele convidou-me para o que considerava "o melhor creme de marisco do mundo", ali no pitoresco restaurante da esquina, não aceitando qualquer recusa da minha parte.

Eu acedi.

O sabor revelou-se idêntico ao já bem conhecido das noites de refeições fáceis e solitárias, que encontro embalado e preparado para diluir em àgua, nas prateleiras do supermercado. Com uns acrescentos para enfeitar e enganar o paladar desarmado.

A companhia revelou-se deliciosa.

Com efeito, tinha razão.

Foi o melhor creme de marisco que já pude saborear.

(E vocês perguntam "Qual é a graça deste post?". Muita. Muita mesmo...)

11 comentários:

A disse...

o amor devia era ser dadá.

Alexandra disse...

Por vezes fico xéxé.

a estagiária disse...

Com a companhia certa até um happy meal é uma refeição dos deuses!

Jedi Master Atomic disse...

xéxé ou tótó?

Alexandra disse...

a estagiária,

Até passar meia hora. Depois vem a ira dos deuses no estômago.

Jedi,


Isso!

Jedi Master Atomic disse...

Ou pipi? ou lala? ou xuxu?

Lilis disse...

eu achei muita graça. a companhia vale por tudo o resto.

Alexandra disse...

Jedi,

Já chega.

Lili,

:-)

Jedi Master Atomic disse...

Jájá?

DoceSussurro disse...

Ora, a piada estava na óptima companhia, certo?
;)
Beijinho*

Alexandra disse...

DoceSussurro,

Também mas não é essa.