terça-feira, fevereiro 24, 2009

Não é nada de novo isto que eu digo

Que ninguém escolhe por quem se apaixona. (Ou muito menos faz uma forcinha para tal.)

Por isso, quando digo não a este ou aquele, quando digo que não vai resultar ou torço o nariz,

por serem demasiado altos, demasiado loiros, demasiado queridos, demasiado arrogantes, por vestirem fatos de treino no centro comercial ou, unicamente, por terem a cremalheira superior toda podre e um dente de prata lá no meio,

Fixem bem minha gente

Não estou a ser esquisita.

Simplesmente, não estou apaixonada.

Se existisse qualquer possibilidade de estar ou vir a estar, os meus olhos, nariz e ouvidos seriam cegos a tudo isso.

E, com a minha sorte, mais provável seria encontrarem-me a passear, no Colombo, abraçada a um espécime que reunisse essas qualidades.

13 comentários:

Mozka Tché Tché disse...

Ui!
Caminho livre!!!
Abram alas!!! Deixem-me passar!

:)

Ervi Mendel disse...

Eu apoio o Mozka, apesar de lhe faltar o dente de prata!

Bruno disse...

Mas essa parte do Colombo presumo que seja escolha e adoração tua...

Falaste em centros comerciais.. é que há centros e centros.

Quer dizer, apaixonavas-te pelo manfiozito, que até curtia ir passear o seu fato de treino para um dos sonae sierra entretainment shopping centers, e ias logo escolher o Colombo, que era o único que o indivíduo não aprecia...

Alexandra disse...

Mozka Tché Tché,

Qual caminho livre?? Quando estiver, abro concurso!

Ervi Mendel,

Mozka demasiado alto e loiro? God...

Bruno,

Foram alguns anos a caminhar para lá, em direcção ao Sol dos Incas, para aulas rodopiadas. Agora foi-se o sol, os Incas exterminados e os rodopios passaram a grande seca repetitiva (vulgo BTS).

Mas os espécimes de lá, ai os espécimes de lá, esses não os esqueço.

Mozka Tché Tché disse...

Não sou nenhum viking, pá!
A abre lá o concurso, se fizeres o obséquio. (viste eu inducado?)

Alexandra disse...

:-)

Primeiro ainda tenho que pensar no regulamento!

(Advogada que é advogada não descura essa parte.)

Textículos disse...

Cuidado com o que desejas, quem sabe ainda te acontece! :)

Alexandra disse...

Ai...ai... Qual desejo? Este post deveria ter ali o "Fixem bem minha gente" a negrito mas, por alguma razão que desconheço, não assume.

Basicamente a ideia é "Não estou a ser esquisita. Simplesmente, não estou apaixonada."

Estes moços... Deixem lá de tocar os sinos que o único passarinho que canta é o Reggae e esse dá-se por contente com uns beijinhos no papo e uns talos de cenoura.

P.S. - O regulamento é só uma manobra dilatória. Não chores, Mozka!

Jedi Master Atomic disse...

Curioso falares em critérios de apaixonamento (inventei a palavra...pronto), depois do meu ultimo post...loooool

Quanto a um concurso publico, avisa-me previamente do dia de abertura e do local, para eu poder planear a minha agenda. Tenho a certeza que nesse dia o transito na 2ª circular será tão pouco, que posso andar lá a 120Km/h.

Alexandra disse...

Jedi,

Não falei em critérios de "apaixonamento". Estes nunca serão critérios, simplesmente, porque para isso não existem quaisquer critérios (mais fácil seria, se isso fosse possível).

Quanto a essa da 2ª circular, não percebi. De qualquer forma, não convém circular a essa velocidade. A carteira agradece.

Jedi Master Atomic disse...

Vou-te fazer um desenho.
2ª circular vazia porque vai toda a gente para o teu concurso :P

Alexandra disse...

Sim... e o desenho? Onde está ele?

Mozka Tché Tché disse...

Chuif...