segunda-feira, junho 30, 2008

Dum Dum é o fim!

Lírios Encantados do meu jardim de papoilas tingido,

Regozijo-me com a sublime lembrança que em mim depositaram, no entanto, contudo, e todavia, a intensidade com que o nosso astro rei tem andado a invadir a nossa Lisboa e, a bem dizer, todo o país, já há muito despertou o meu sangue latino sôfrego de se deleitar numa qualquer praia.

Pois bem, estando à beira de, a bem dizer, a umas semanas de um dias de liberdade, expontaneadade e de muita maluqueira, é pela virtualidade deste papel que reporto o meu último suspiro, o últipo sopro.

Veio o sol e reparo que já não é a mesma coisa.

Apetece-me findar uma jornada para começar muitas outras. Salgadas, temperadas, amargas, azedas, picantes.

Tanta panóplia de sabores para descobrir.
O que é certo é que sinto agora este braço direito como um apêndice pulsante, que ameaça rebentar.

Assim sendo, Pérolas do meu Imaculado Danúbio, dei por encerrada as minhas excursões de escrita, de mensagens, de diários, crónicas e reportagens no Leite Condensado às Colheradas.

Vou mesmo curtir o verão por aí, terras de El' Rei e por esse mundo fora. Rezar por novas aventuras e vivências, esquecer o lacticínio.

Ausentar-me da blogolândia.
Uma vez por outra, considerarei ir a um qualquer cibercafé espreitar o monstro quadrado, as vossas casas. Ver se estão bem.

Mas, férias são férias, arrumam-se os computadores, as pens, os relógios e palms... sobram o lápis e o papel para deixar recados no frigorífico ou nas mesas das esplanadas à beira mar.

Também não julguem que me encontrarão numa Costa da Caparica qualquer pela praia.

Para quê encetar tal jornada se tenho precisamente no lugar do meu coração gente mais gira e muitas praias costume made for me?


Para mais, diga-se que a vontade de desaparecer da arena é muita, portanto "Onde está a Alexandra?" será o hit, o best seller do Verão.

Tou sem paciência para desilusões, cheries. Este ano, mato mais uma vez saudades de Pier Ones, peixe grelhado, Tabuinhas e Sashas, mas por pouco tempo. Outras paragens longínquas me esperam.

Chega de lugares comuns, chega de gracejos, chega de rezar para que o/a X. não leia o post e o/a Y não pensar que é sobre ele/a. Chega de ter a vida à janela.

Eu cá vou correr na praia, saltar as dunas e dar cambalhotas na água. Parto para outra.

Parto da blogosfera.

Do Leite Condensado, para sempre.
Assim e pelo exposto, muito me penitencio por não poder satisfazer os vossos desejos de última hora, acompanhar as vossas peripécias e dar gargalhadas matinais com as vossas mensagens, mas é a vida.

Fazendo votos para que não desistam de fazer o que vos apetece. O que vos faz realmente feliz.

Até um Setembro próximo. Quem sabe, lavada a alma, talvez comprarei lápis e caderno novo, anónimo e indentificável.

De qualquer forma, a Todos os que acompanharam o Leite Condensado, a Todos os que figuram na coluna do lado direito, aos que leram, aos que comentaram, aos que sorriram, aos que me deram a mão, o meu muito obrigado.

Foi um prazer.

Aqui, neste papel virtual, ri, sorri, chorei, amei, sofri, estrebuchei, gritei. Foram dois intensos e repletos anos, feitos hoje. Fecha-se um ciclo.

Perfeito.

Largo este pedaço meu. Mas feliz.

Obrigada.

44 comentários:

Jedi Master Atomic disse...

Como te disse há uns posts atrás, se estás preparada para largar isto é porque já não te satisfaz, logo, tens o meu apoio moral a 100%.

Beijocas e até Setembro...LOL

MissangaAzul disse...

Mas e agora, onde é que eu vou comer leite condensado ás colheradas? Quem em vai adoçar o meu dia?!?!
sniff snif...

Alf disse...

Então... Vai lá!

Com um abraço, um até sempre, um boas férias.

Tive muito gosto em conhecer-te.

*

Piston disse...

You liar!

tavguinu disse...

bejufa grande...

este ano tb não vou andar pelos piers e sashas...

muita praia diferente ! pode ser que te veja num jogo de rugby ;-)

mais uma vez bejufa grande !

pensamentosametro disse...

Faz sempre o que te der na real gana, nunca vivas contrariada.
No entretanto vai espreitando os amigos e já agora, continua a ser feliz.

Felicidades até quando quiseres, até sempre.

Bjos

Tita

Sadeek disse...

FUUUUUUUOOOODA-SSSSSSSSEEEEEE.....não posso acreditar.....c´est pas possible...

BUÁÁÁÀÀÁÁÁÀÁÁÁ..........

Enfim...Alexandra...tenho pena e espero que regresses...de baterias carregadas e ao mais alto nível...

Caso não o faças...obrigado à mesma pela boa onda... ;)

BEIJOOOOOOOOOOOOOOO

nando disse...

Lol!
Logo agora que eu ganhava coragem para começar a fazer uns comments!
:\

Boas férias!

Sofia disse...

É com muita pena minha que a minha amiga Alexandra vai fechar este pedacinho de linhas que tanto me animavam e em tantos dias mais dificeis no escritorio me fizeram rir as colheradas!
As suas histórias eram bem importantes e eu vivi-as como se la estivesse... Toda a sua descrição era maravilhosa e partilhar um pouquinho da sua vida com os leitores era uma grandeza!
Obrigada Amiga por todos os momentos se sorrisos e gargalhadas!

Pondera em encerrar este, mas nada impede de abrires um muito mais doce.

Beijinhos com muitas saudades!
Sofia

Gi disse...

Então o blogue vai para desinfestação!
Para a câmara de gás!
Sê feliz, Alex ... encontramo-nos por aí nas piruetas da vida.
Parabéns por este blogue, mesmo.

Ana disse...

Se estás a largar este teu espaço é porque já não te satisfaz a 100% e, nesse caso, compreendo perfeitamente.

Tive muito gosta em "conhecer-te".

Boas férias!

Anónimo disse...

Eu lamento profundamente.

Este espaço era também a minha casa todas as manhãs.

Desejo-te toda a sorte do mundo, com a esperança que regresses temperada para mais colheradas.

Se criares um novo blogue, avisa-nos!

Beijinho

Kel

LCN disse...

Avisaram-me que isto ia fechar. Felizmente, digo eu. Estou cansado de ler calinadas (a mais recente "COSTUME made"... quem não sabe Inglês não deve experimentar em público) e sobretudo cansado da mesma narrativa tacanha, que inicia invariavelmente com apostrofação do mais piroso que tenho visto (exemplo clássico: "Papoilas do meu horizonte adoçado" ou coisa que o valha).

Confesso que abri esta página umas 10 vezes na minha vida, só para descobrir meia dúzia de posts que me diziam respeito. E em cada um deles confirmei a opinião que formei sobre ti, largos meses de convivência diária.

Quem se expõe desta forma não pode pretender que está acossada pelo pensamento acerca dos que possam ou não ler determinado post. Se de facto tivesses alguma consideração pelos outros e por ti mesma, escreverias sobre outras coisas, sem mensagens que sempre julgaste subliminares, mas dolorosamente óbvias, sobre aqueles que te rodeiam.

Quem pretende ter uma atitude tão leve e descontraída perante a vida, não gasta horas a detectar o IP de onde vem determinado comentário ou até, imagine-se, quem acedeu a este lixo cibernético, de que local, etc. O mundo não gira à tua volta.

És um amontoado de incongruências, cujo principal demérito é a capacidade para infectar as mentes mais susceptíveis aos encantos de uma mentirosa. Culpo aquele que um dia te terá dito que escrevias bem... pareces um disco riscado, e nessa medida consegues ser pior que uma Margarida Rebelo Pinto, com quem partilhas exclusivamente a queda para os temas mais básicos suscitados pela pequenez humana.

E "last but not least" (ou em Leite Condensadês, "last but not liste"), não és romântica, lírica, ou sequer idealista. És uma mulher sempre insatisfeita com o que tem - nisso tens a minha simpatia; alguém que se colocou sempre no papel de vítima, quando na verdade é apenas vítima da sua própria incapacidade para perceber que todos vivemos vidas relativamente normais.

Este Leite Condensado há muito que azedou. E estragou-se de vez quando começaste a transcrever "ipsis verbis" comunicações privadas num espaço público. Ou quando inventas histórias envolvendo personalidades públicas, recebes atenção mediática e achas isso normal, até louvável.

Adeus Alex. Espero que te inscrevas em aulas de escrita. E Inglês. Ou então olha-te bem ao espelho e vê o teu reflexo: não vale nada.

Jedi Master Atomic disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jedi Master Atomic disse...

lcn,

"Estou cansado de ler calinadas (a mais recente "COSTUME made"... quem não sabe Inglês não deve experimentar em público) e sobretudo cansado da mesma narrativa tacanha..."

Se estás cansado, porque é que lês ??? Ninguem te obriga a vir aqui, certo ???


"Se de facto tivesses alguma consideração pelos outros e por ti mesma, escreverias sobre outras coisas, sem mensagens que sempre julgaste subliminares, mas dolorosamente óbvias, sobre aqueles que te rodeiam."

Continuo sem perceber porque é que dás tanta importância ao que a Alexandra escreve, uma vez que dá para perceber que não gostas dela.

Vires aqui tentar denegrir a imagem dela diz-nos muito sobre ti. Tentas esconder a tua pouca inteligência atrás de frases eloquentes. Esse é um truque que os politicos usam !!! Tenho que admitir que tens jeito !!!


"És uma mulher sempre insatisfeita com o que tem."

Por acaso até considero isto como um elogio a ela. Não gosto de pessoas acomodadas.


"Ou então olha-te bem ao espelho e vê o teu reflexo: não vale nada."

O reflexo de uma pessoa vale aquilo que ela quiser, não aquilo que tu achas. Mas com certeza ela tem um bom reflexo aqui no blog perante os leitores habituais.

Mas se calhar somos todos parvos e estupidos por gostarmos do que ela escreve e tu és o iluminado...é uma possibilidade a considerar, no futuro.

PS: Farewell and may the force be with you. You really need some !!! Será que escrevi bem ?!?!?!?

Zaahirah disse...

Lindo Jedi!!! Dá-lhe com força, dá-lhe com força (isto ao som da música da Nelly Furtado).

Vamos todos sentir falta da tua escrita cheia de humor Alexandra!!

bjs

Hugo M disse...

Caro LCN,

Que pobreza de espírito.

Ao que parece, um digno advogado da praça.

Não sei nem me interessa qual o seu problema com a Alexandra mas vir aqui largar tamanha verborreia é de homem sério. Só lhe fica bem.

Blue_@ngel disse...

Se é o que te faz feliz, força.

Já estou mesmo a ver, nos festivais de Verão, lanças outra moda daquelas, "ELSAAAAAAAAA", mas neste caso será, "ALEXAAAAAAAAAAAAANDRA!!!!".
:)

Força. E beijinhos de um leitor recente, mas que fica à espera que voltes...
Um dia...

Maria Strüder disse...

Vais mas voltas?
Oh agora que voltei é que te vais :( amuei!

Anónimo disse...

Nem posso acreditar no que para aqui vai!

Esse diz tipo que se arroga de te conhecer, conhece o quê??!

Meu caro, tamanha pequenez está da sua parte em explanar ideias tão absurdas.

A grandeza está nas palavras e nos actos, acrescento. Por conseguinte, deveremos todos exultar a sua acção de grande invejoso, senão de grande corno.

Desculpe a sinceridade, mas a propensão para o ridículo é tão grande que nos apoplexia.Vir de propósito aqui largar um churrilho de atrocidades revela uma mente doente.

A grande dúvida é ou você conhece bem a Alexandra e deve ter tido qualquer espécie de rejeição (meu Deus, porque terá sido?!)que o traumatizou e o deixou com os neurónios atrofiados ou sabe absolutamente nada, não passa de um mesquinho frustrado e invejoso (ou ambas).

A sua formação e inteligência são tamanhas que não saberia reconhecer uma mulher de princípios, verdadeira, lutadora, amiga incondicional,criativa, inspiradora, mesmo que ela lhe caísse no colo.

Armada em vítima, então, é a piada do mês!Esta mulher passou por uma provação familiar que não se deseja a ninguém, abdicou de muita coisa e nunca nenhum de nós a viu lamentar-se. Mas claro, você não sabe disso. Não pode saber, demonstra que não priva com ela e por isso está a milhas. Dos posts também não saberia mesmo que viesse cá todos os dias. Ela não se lamenta. Você, sim é lamentável, digno de pena.

Os seus conceitos distorcidos são uma chacota.

Deve ser um idealista daqueles de boca, prepotente, frustrado e convencido no seu próprio mundinho pequeno, que fala, fala, mas tem a vidinha deprimente de sempre e não mexe um cotovelo para a alterar. Que não sabe o que é lutar pelos sonhos, estender a mão aos outros, ser amigo incondicional.

Realmente, se não sabe o que é isso, não deve conhecer a Alexandra.

Quanto à capacidade de escrita deve andar distraído. Ou os posts que lhe dizem respeito não podem ser tão notáveis, dado o objecto. É aceitável.

Enfim e mais me apetece insultá-lo pela ousadia...!!

Como se atreve, sobretudo mexer com alguém que é INCAPAZ de fazer mal a quem quer que seja?

Deixe-me adivinhar, nesta confusão, já a Xana o ameaçou, insultou, desceu de nível... Não me parece!

Tacanho e mentiroso é você que se arroga de vir aqui (à página que confessa não ter vindo mais de dez vezes e somente para ver os posts que lhe diziam respeito) tentar enxovalhar de forma tão deprimente a Alexandra. Digo tentar. A unica pessoa que se enxovalhou aqui foi você.

Agora vá lá bem ver o seu reflexo ao espelho.

Se calhar não tem nenhum em casa. I wonder why? (É o que o meu Inglês básico para 5 anos permite)

Anónimo disse...

Com tantos "azeites" esqueci-me de assinar.

Raquel

Amiga,

Adoro-te. És uma verdadeira inspiração. Ensinaste-me muito, sobretudo a ser uma pessoa melhor. Não posso sê-lo sempre... Este tipo estava a pedi-las...

Obrigada!

o defensor da Alexa disse...

lcn,

É um tanto ou quanto incongruente (e ridículo) dizer que a Alex escreve mal, quando a teve a escrever no seu blogue.

Dei-me ao trabalho de pesquisar e encontrar, cito "a Lex conseguiu atrair a escrita talentosa de Alexandra..."

Ela chantageou-o? Ludibriou-o com textos furtados à Margarida Rebelo Pinto?

O Jedi tem razão, tem uma veia política.

Piston disse...

Boa noite.

Gostaria de saber de que forma devo cozer favas, de forma a que mantenham o seu aspecto fresco, com um verde forte.

Obrigado pela atenção dispensada.

Jedi Master Atomic disse...

Raquel,

Acho que acertaste no "I wonder why"....mas, à excepção do lcn, como mais ninguem no planeta sabe ingles como deve ser, teremos que ficar na duvida...LOL


Defensor da Alexa,

o lcn não tem só uma veia politica. Pelo texto giro que escreveu, dá para perceber que o sistema circulatório inteiro deve pertencer à classe.

Jedi Master Atomic disse...

Piston,

vai ao blog do lcn fazer essa pergunta porque ele pareceu-me entendido em cozeduras.

hugo m disse...

Waffles carregadas de canela!

Estes comentários fizeram-me recordar aquele post em que dizes teres tendência para os psicóticos, bla bla!

Beijinho grande

E em Setembro que venha novo blogue!

Ana S. disse...

Ehhhh, adorei esse post!

Aleaxndra, vais deixar muitas saudades. A tua boa disposição é impagável! Espero que reconsideres...

Beijinho

Vanessa Barata disse...

Caro Sr. Dr. Icn,

Não pretendendo, de todo, descer ao nível da sua converseta estragada e completamente absurda para todos as pessoas que visitam este blog, tenho que lhe dizer que com tanta quantidade de raciocinio deturpado e falacioso que vai desde uma comparação inusitada da Alex com a Margarida Rebelo Pinto e vai descendo por aí até a uma critica, na minha opinião um pouco reles, ao inglês que aqui se escreve, não denota nada mais do que a sua pobreza de espírito.

Não tenho por hábito fazer juizos de valor de pessoas que nunca vi mas realmente o "Sotor" tem o dom da provocação, e pior, a provocação de mais baixo nível. Deve ter, concerteza, uma necessidade de afirmação enorme para vir para aqui insultar a "dona" do blog. Será que não tem coragem de lhe dizer isso pessoalmente? Eu sou a favor da liberdade de expressão mas, sinceramente, acho que no seu caso a Alexandra nem lhe deve dar uma oportunidade que seja para lhe poder dizer tanto absurdo.

Aquilo que me parece é que o verdadeiro frustrado de vida e espirito apagado é o senhor que pelo estilo deve passar a vida entre o ultimo numero da FHM, a papelada do escritório e uma vidinha mediocre mas sempre com a mania de que é o maior, o mais bonito, o mais inteligente, o mais tudo... Desengane-se meu caro, acabou de se envergonhar a si próprio publicamente mostrando a sua arrogância e prepotência a milhas de distância.

Para finalizar gostaria de lhe dizer que, para quem diz que a Alex parece um disco riscado e que a sua escrita não presta, os seus blogs não são propriamente um exemplo de conteúdo louvável e aproveitável mas tenho a certeza que, na sua arrogância sublime, acha que sim.
By the way, 20 valores a inglês chegam-lhe? Pode perceber muito de linguas estrangeiras mas estraga tudo quando fala a nossa lingua!


Alexandra;

Tenho imensa pena que deixes de escrever no blog. Espero que tenhas umas optimas férias e que a vida te sorria sempre. Vou ter saudades de todos os posts que li e de todas as aventuras, joguinhos, concursos, declarações e perguntas que aqui, neste espaço, partilhavas com o resto da blogosfera.
Renova-te, se assim entenderes, mas volta - nova, fresca e pronta para mais jornadas e toneladas de "incongruências" como diria ali o "sotor"...E para ela só mesmo um "Fode-te e sê feliz" - à lisboeta destemida não te ensaies nas asneiras com esse individuo mas também nao desperdices saliva a falar com pessoas que não merecem que se lhe dirija a palavra - porque nós gostamos de tudo isso. Lembra-te sempre que fizeste as pessoas rir contigo, chorar contigo, viver contigo. Portanto, nunca estarás sozinha e sempre que o sentires volta pois estaremos à tua espera!

Sê Feliz.

Pepper disse...

Mas isto virou campo de combate?
Não têm mais nada para fazer?

Depois admiram-se que a Alexandra tome o tipo de atitude que tomou.

Impressionante!

Paulo Reis disse...

Jovem,

A vida é como uma sala de espectáculos; entra-se, vê-se e parte-se. A vida também é feita de muitos ciclos (bons e maus)... Iniciam-se uns e terminam-se outros, blah...blah...blah...

Até sempre e obrigado pelo "Leite Condensado às Colheradas". Desejo que consigas viver sempre os teus sonhos (intensamente) às piruetas, com os pés bem assentes no ... ar. ;-)

Prontes, portantes é istos...

A maquinista disse...

Maaaaauuuu!

Anónimo disse...

O Sôtor lcn removeu o blogue.

Deve ter tido vergonha na cara...

Anónimo disse...

Eu é que a sabia toda. Tu és tão provocadora, tão provocadora, mas tão provocadora, que até inventaste um personagem desprezível, com nome próprio e até fotografias, que supostamente te tenta insultar, só para desviar a atenção do único facto que tem alguma relevância: O Leite Condensado, tal como o conhecíamos, acabou-se! Tudo o resto é barulho de fundo.

É verdade que no primeiro momento em que vi a confirmação oficial do fim do blog me apeteceu insultar-te, entre outras coisas igualmente más e pouco católicas, mas que, posso adiantar, eventualmente envolveriam alguma violência física em praça pública.
No entanto, rapidamente retomei a consciência de que há momentos para tudo, que tu é que és a soberana do teu próprio espaço, e que, a avaliar pelos teus últimos posts, a decisão de fechar o estaminé foi ponderada e tomada de livre e espontânea vontade. Assim sendo, nada a dizer sobre a tua decisão (isto é, se um dia eu estiver a conduzir um carro e vir uma embalagem de leite condensado numa passadeira, sou capaz de passar com o carro por cima de um dos teus pés de bailarina, mas nada mais do que isso).

De qualquer forma, e apesar de pensar que tu já o sabes, gostava de te dizer que houve muitos dias em que a minha disposição ficou um pouco melhor porque li os teus posts, ou as tuas respostas aos comentários dos teus leitores. É isso pouco? Talvez, mas não para mim, nem para os que me rodeiam, que por causa da tua escrita aturaram menos vezes o meu mau feitio.

Dito isto, acredito que não irás abandonar o (bom) vício da escrita, e penso que um dia ainda vou dizer “- Eu conhecia aquela gaija! Qué dizer, eu nunca a vi ao vivo, mas costumava ler o blog quéla tinha, e até mandava umas postas de pescada, e ela respondia e tudo! Viste, viste?”

Fica bem.

JorgeCP

Hugo M disse...

Eu continuo a relembrar o post do "tenho tendência para os homens psicóticos"... ;-)

Conheço-te bem e sei que não darás um minuto a responder a idiotices daquele género. Por isso o melhor que faço é brincar contigo e dizer que a vida são dois dias, sorriso e bola para a frente. Com a garra que tens.

Jorge CP,

Acho que desta vez estiveste a milhas.

O "Sôtor" é uma "personagem real". Até pode apagar os blogues em que intervêm. Mal, porque se esconde e foge às consequências das suas próprias acções. Com alguma pena minha, pois até seguia o Lex Sportiva com interesse. O blog tinha qualidade, há que ser justo.

Contudo, tal não afasta a possibilidade de encontrarmos várias referências do mesmo "Sôtor" no mundo virtual, em último caso a página da prestigiada sociedade de advogados em que trabalha.

São as contigências de ser um reportado e conhecido advogado da praça.

Miúda,

Temos surf trip a Sagres combinadíssima!

Kitty Fane disse...

O que interessa é que estejas feliz. Um grande beijinho e tudo de bom. :-)

xá-das-5 disse...

Bom...
enfim...
tásse!
Props e quejandos!

(isto de tentar ser moderno é complicado)

Uma grande beijinho e a malta vê-se por aí.

outro kiss do Mr X :) eehehe

Ana S. disse...

Já tenho saudades disto.

Esta semana vim cá todos os dias na esperança que tivesses mudado de ideias.

Fazia parte do meu dia-a-dia, dava por mim, agarrada à barriga de tanto rir.

Deste-me tantos momentos de felicidade que só te posso desejar o mesmo. Que a vida te sorria e de preferência que voltes rápido.

Beijinho grande

Sofia disse...

ICN,

O teu mundo deve ser cinza e muito triste, as pessoas que te rodeiam nao devem valer nada, então Tu, meu deus que pessoa tão pobre, tão pequena Tu Não vales nada!
és um bocado convencido, não?

Olha-te tu ao espelho.

Amiga... A inveja é horrivel... deixa falar, vozes de burro não chegam ao céu.. :)

Maria Ostra disse...

Você é qui manda aqui, cara! :D
Boas férias!
Boas escritas em cadernos que vão para a gaveta,(são os melhores!) e até outros logos! ;)

Anónimo disse...

Descobri este blog quando pesquisava receitas com leite condensado no google! acedi e afinal não era o que procurava mas logo me chamou a atenção até porque afinal até conhecia a autora :) de vista da FDL e do Gym.
face a este epílogo apenas me resta agradecer à Alexandra os sorrisos que se desenharam no meu rosto e a empatia com as tuas aventuras e emoções.
Um blog que, para mim, é uma referência de boa escrita, excelente humor, boa disposição, simplicidade e descontracção, mas também profundidade.
um beijinho da Inês (fdl,gym)

Anónimo disse...

Alexandra,

Sou um leitor assíduo (porque continuo a reler os posts mais antigos, em jeito de saudade, e a descobrir e deliciar-me com novos promenores que haviam escapado)e comento agora, pela primeira vez,com o Verão a meio e as tuas férias longas em demasia.
Assolado de esperanças que já tivesses regressado com mil e uma aventuras e tropelias para relatar.

E porque, porventura, poderás estar desanimada com os comentários que aqui se fizeram, já que este blogue é ainda uma criança com a vida toda pela frente, deixo o meu humilde testemunho, quanto mais não seja para te dar umas palmadinhas nas costas (ou uns abraços, porque, por sinal, pareces ser bem gira para além do gira que és na tua forma de te expressares).

Tens uma capacidade única de fazer sorrir, de contagiar boa disposição, com uma leveza (nunca leviandade) e naturalidade raras.
Em jeito de provocação, aposto até que quem te critica já sorriu muito contigo. Não quer isso significar que não tenhas profundidade e capacidade de escrita. Pelo contrário, nos dias que correm, fazer sorrir é impagável.

Por tudo isso, que tal como o Jorge CP diz poder parecer pouco, mas é muito, Alexandra, muito, mesmo que apenas seja a minha boa disposição e dos que me rodeiam (ora, também eu sou intragável até visitar a página dos rebuçados), o meu sincero obrigado.

Cá te esperamos.

António

Anónimo disse...

Eu vi-te! Eu vi-te 5ª-feira a almoçar no Monumental do Saldanha!

Eras tu, não eras?

:-)

Alexandra disse...

Olá!

A TODOS, o meu sincero obrigado.

Em jeito de ternura, provocação, lamechice, deixo-vos a minha favorita de sempre, nesta versão de ratito de pijama a cantar para a lua.

http://www.youtube.com/watch?v=XRjb8sMjYu8

Um grande "Somehere out there" para todos. Até.

P. disse...

:-)

Gosto de ti