segunda-feira, maio 28, 2007

Reflexões comensais

Ontem, no jantar de baptizado do meu irmão, em conversa com as amigas dele, casadíssimas e gravidíssimas, não pude deixar de pensar:

Entradas
“Como metade de um chouriço e amanhã corro mais meia hora.”

“Isto é a conversa de sempre destas miúdas ou será que estou na “twilight zone”?

Prato de peixe
“Bem... Uma Bimby pode mesmo salvar uma relação!”

Prato de carne
“Quando é que inventam a Bimby para os problemas?”

Prato de carne...
“Ainda não cheguei à fase de desejar uma Bimby na minha vida. Isso será bom ou mau?”

Sobremesa e décima quarta azeitona
“Caraças, onde é que pus as pastilhas Rennie????!!”

21 comentários:

Maria Ostra disse...

O que é uma Bimby???!! :/

tavguinu disse...

Já fui a uma festa em que a "panela" foi a convidada de honra !

marta r disse...

Só há bem pouco tempo é que descobri o que era uma Bimby. E o efeito que isso causava nas mulheres casadas.

Alexandra disse...

Maria Ostra,

Essa foi a minha reacção, quando ouvi falar dela pela primeira vez, há 2 anos. Fui gozada pelo mulherio por não saber!

Já me tentaram explicar. Fui à página do site e retirei isto:

"A Bimby revolucionou por completo o trabalho na cozinha.
Esta ajudante de cozinha, imbatível, doze vezes patenteada, inovadora e sem rival, combina numa só máquina funções de dez processadoras.

A Bimby tem capacidade para fazer quase tudo a uma velocidade inacreditável.

Pica, rala, corta, bate, amassa, moe, tritura, pesa, emulsiona e cozinha! E......até cozinha a vapor e lava-se sózinha."

Eu cá ainda não percebi muito bem como!

Tavguinu,

Pois, tenho que entrar no mundo dos crescidos para me convidarem para uma dessas. Pode ser que assim perceba a bicha!

Marta R,

Esse efeito é que me choca! Dou graças por continuar a sonhar com Manolos!

tavguinu disse...

Só lhe vi utilidade nos bolos !

De resto nem percebi muita coisa !

xá-das-5 disse...

Olá, first time, movido pela curiosidade deixada na... estação e depois da curiosa, acho. Sei lá, isto de andar de blog em blog...

Eu tb não sei o que é uma Bimba, aliás, Bimby. E confesso que nem as amigas casadoiras ou não casadoiras tê uma.
Será da geração?
Afinal, aprendemos ainda a fazer as coisas à mão...

De qq forma, uma dúvida: como é que uma coisa é patenteada 12 vezes???

Um inté.
Voltarei.

Jorge disse...

Pronto, o Pai explica.

A grande revolução que este aparelho proporcionou foi o facto de não dar margem de manobra para falhar.
Basta colocar os ingredientes e programar a máquina tal e qual como está no livro (que vem incluído) e ele aquece até onde tem que aquecer e faz o que tem a fazer. Quando termina, põe-se a apitar para que se siga para a próxima instrução.

Culinária para-lá-de-fácil para qualquer atrasado mental ou até mesmo animal da selva.

Alexandra disse...

Xá-das-cinco,

Bem vindo!

Pois... dúvidas tenho eu muitas! Cá para mim, aquilo é um pequeno monstrinho que nos engole se não fizermos a "coisa" correctamente...

Jorge, filho!

Ou deverei dizer, pai!

Que caixinha de surpresas...

Estou a ver que o melhor amigo do Piston é a Bimby...

Jorge disse...

Negativo. O melhor amigo do Piston é a cama (ando com uma soneira).

Alexandra disse...

Também andaste a abusar nos treinos de dança?

Pedro disse...

A Bimby é um mito da culinária moderna, diria mesmo que é o suprassumo da Batata Frita... Tenho umas quantas amigas que são proprietárias do famigerado invento, patenteado 12 vezes, assim à cóboi. Dizem maravilhas daquilo. Um dia destes peço uma demonstração, e sou convencido por um casal de vendedores ao domícilio a comprar o poderoso engenho...

Alexandra disse...

Macdonalds do processo de cozinha??? Nem pensar!

Se for preciso, bato as claras com um garfo, à antiga.

Jorge disse...

Naaaa. Isso é para quem não sabe dançar.

Curiosa disse...

Querida Gulosa (tb adoro leite condensado, eheh):
Venho aqui menos vezes do que gostava, embora o teu link resida no meu tasco há uns tempos porque gostei do teu blog logo de ínicio, mas desta não resisti em comentar (há que defender produtos de qualidade).

Meus amigos: A Bimby é a revolução do século, na cozinha!!!

É complicado estar a querer explicar o que ela faz, aqui por escrito pois poderia ficar horas a escrever.
Só posso dar um "alô" para perceberem melhor o que ela veio revolucionar:
Os vossos pais (ou talvez avós, visto eu ser mais velha que a Alexandra e talvez muitos dos seus leitores), algum dia quando casaram tinham com facilidade uma máquina de loiça ou de roupa? E hoje em dia quem passa sem elas???
O mesmo se passa com a Bimby. Daqui a uns tempos todos os portugueses terão uma Bimby em sua casa, só ainda não têm porque a dita chegou a Portugal há 7 anos. Mas em Espanha existe há 25/30 (andamos sempre atrasados, o costume) e os espanhóis já não vivem sem ela!
Se quiserem saber mais eu explico e até vou a casa mostrar (eu e + 400 vendedoras).
É a cozinha mais pequena do mundo (transportável para qq lugar) e um autêntico Rolls Royce da cozinha. (Já que não o temos à porta, podemos tê-lo em casa, eheh!).

E não lhe chamem panela por favor, porque é muito mais que isso!
E não digam que é para mulheres casadas, porque já vendi várias a solteiras, homens divorciados, velhotes, viuvas (a minha mãe comprou-a com 80 anos!).
E não é só para bolos. Faz tudo tudo o que possam imaginar dentro da gastronomia saudável! (não frita, não grelha e não assa).
Culinária para atrasados mentais? Então os bons chefs de cozinha são atrasados? O Ritz tem 18 bimbys porque tem má gestão? No Meridien, Sheraton, Albatroz etc come-se mal, é? (para não falar dos milhentos restaurantes que não prescindem dela...).

Ui, que testamento que vai aqui, eheh! Sorry!
Acreditem, ou antes, tentem assistir a uma demonstração, que realmente é ver para crer!!!

Alexandra, desculpa o alongamento mas não resisti em falar dela e defendê-la!

Kisses

Maria Ostra disse...

AAAHHH!

Alexandra disse...

Querida Curiosa,

Ahahahah! Adorei o teu comentário! Estava à espera de aparecerem aqui defensores acérrimos (para ver se finalmente percebia o que o bicho faz)mas, como tu dizes, os meus leitores ou são novitos ou são alheados a essas coisas.

Agarraste-me com o Rolls Royce. Ora eu tenho a possibilidade de ter um em casa e não abro a pestana?? E se o Ritz gosta...

Sinceramente, a grande vantagem que vejo é ter um aparelho em vez de outros 20 trambolhos... Se bem que eu gosto de parafernália à minha volta...

Olha, para o ano, que compro casa, ponho uma dessas demonstrações na lista! ;-)

Ahhh, os comentários tiveram que ser moderados porque um psicótico resolveu vir para aqui dizer coisas que não lembram a ninguém e que em nada têm a ver com o blogue.

Espero que seja temporário. O tipo também já está identificado e as suas perseguições remetidas para a polícia.

Curiosa disse...

Eheheheh! O argumento "Rolls Royce" aniquila qualquer suspeito mínimamente requintado!

Pois é minha querida, os 20 trambolhos que poderás comprar antes da Bimby, quando a tiveres em casa eles já não te servem para nada a não ser para fazer vista. assim como as dezenas de tachos e panelas! (um dia destes faço um leilão de electrodomésticos "rascas" que para aqui andam e divulgo-o no meu blog).
Os teus leitores são novatos, mas acredita que são os mais novos que hoje em dia não vivem sem ela. A minha filha tem 12 anos e faz de olhos fechados, brigadeiros, salame de chocolate e até vulcões de chocolate! (gulosa como a mãe, ihih).
Não precisas de comprar casa para a ter porque quando a vires a trabalhar não lhe vais resistir...

Mas afinal que coisa foi essa com o psicótico? O melhor é nem falar disso aqui que o "tipo" vai ler e ainda ataca o meu! Cambada de anormais. Será que não têm mais nada para fazer que chatear aqui os pacíficos??? Se vires moderação no meu já sabes que ele atacou a vizinha, eheheheh! (embora haja alguns com blogs que insistem
em comentar e arrasar. Só porque... Daaaa!!!)

Já sabes, quando quiseres conhecê-la in loco é só avisar. Acho que até moramos perto, li qq coisa tua que falavas no Tagus Park, é possível?

Beijinhos ;))

Ana S. disse...

Se não te conhecesse, diria que as pastilhas eram para o enjoo da conversa.

Agora, meio chouriço, mais meio quilo de queijo, prato de peixe, prato de carne e sobremesa (qq coisa com leite condensado, aposto - ou arroz doce!), fora o bolo do baptizado que já confessaste ter devorado quase todo...

Só não sei como é que não pesas 100 quilos!!! Bruxa!! ;-)

Alexandra disse...

Ohhh, Curiosa,

Agora que eu estou a dar forte e feio nas virtudes da cozinha tradicional, não preciso de uma Bimby na minha vida. O apurar e aprender exige mestria nos pequenos passos. Estou a revelar-me uma cozinheira de mão cheia, verdadeira herdeira do apuradíssimo tempero alentejano da minha mãe! Modéstia à parte... ;-)

Quanto ao psicótico, não te desejo isso! Eu "conheço" a criatura. Infelizmente, há quem não tenha vida própria e considere ter o direito de se forçar na dos outros. Mas já teve tempo de antena a mais por estas bandas. Agora que vá ter noutras audiências.

Ana,

Fiquei na dúvida. Precisei de 2 pastilhas... :-D

Pois, já sei... ando a desafiar Deus e qualquer dia apanho um susto diante do espelho. Até lá, deixa-me aproveitar!

Jorge disse...

Ofereço-me, altruistamente, como cobaia para testar esses cozinhados.

Alexandra disse...

Ahahahaha!

Tens a certeza?