terça-feira, maio 22, 2007

O sangue que me corre nas veias

- Mãe, vamos este fim-de-semana ao Alentejo! Apetece-me ir apanhar medronhos à volta do moinho. Da outra vez, estavam tão bons…

- Agora? As ideias que tu tens… Estamos muito longe da época dos medronhos!

- Não? Os medronhos têm uma época?... – “Ahhh! Por isso é que me queixo de não os encontrar…”, recolho-me em pensamentos.

- Mãe, lembra-me de trazer rosmaninho, para fazer aquelas tostas com queijo Brie e mel!

- Rosmaninho em quase Junho???? Já não se encontra com facilidade! O rosmaninho aparece na Páscoa! Daqui a nada estás como o teu primo, que estuda produção animal mas que teimava em comer as azeitonas da árvore!

Glup!

Há uns bons anos atrás, num fim-de-semana em que a família estava em peso no monte do nosso moinho, o meu primo Filipe lembrou-se de apanhar azeitonas e comê-las ali.

À partida, todos pensaram que o gaiato estava na brincadeira. Depois, a insistência do petiz em trincar o fruto virgem revelou que ignorava por completo o processo de tratamento a que as azeitonas têm de ser sujeitas. Que têm que sofrer várias mudas de água e ficar de molho em água, sal, orégãos e outros condimentos.

Desconhecimento imperdoável, para quem tem raízes seculares ligadas ao Alentejo. Tinha por volta de treze anos e cuspia azeitona, atrás de azeitona, fazendo caretas e ripostando que eram amargas e não prestavam. Ainda hoje, já homem feito, não se livra do escárnio familiar, para o recordar que, apesar do que apregoa, é menino de Paço de Arcos.

Recordando esse fatídico episódio, engoli em seco e não pude deixar de pensar.

Filha de alentejanos, pessoas de profundo sentimento da terra, proprietária e herdeira de campos de oliveiras a perder de vista…Grande latifundiária me saí…

23 comentários:

tavguinu disse...

xiii...

não me digas que o Alentejo não é o Continente...

pensava eu que o esparguete nascia lá no meio das beldroegas !

PS - Ia tão bem agora uma sopinha de cação com uma latinha de leite condensado ! :-)

Alexandra disse...

Sopinha de cação, sopinha de beldroegas, migas de espargos...

Bolas... Acabei de jantar e já estou com fome!

Maria Ostra disse...

:))
Ai tão bom tudo!!
E cozinhas bem?
Venha dai uma sericaia! Whameee!!!

Alexandra disse...

Maria,

Tenho descoberto que herdei a mão para o tempero da minha mãe! Mas só gosto de cozinhar de vez em quando...

Sericaia, pão de rala... Não levam leite condensado mas são bem vindos!

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Alexandra disse...

Ó grande anormal!!!

Sei perfeitamente quem faz os comentários.

Cobarde, não assinas mas vê lá se isto não te diz nada???

Leite Condensado às Colheradas
Who's On? > Visit Detail
Visit 4,245
[>>]
Domain Name (Unknown)
IP Address 213.58.134.# (Confederacao dos Agricultores de Portugal)
ISP ONITELECOM - INFOCOMUNICACOES, S.A.
Location Continent : Europe
Country : Portugal (Facts)
State/Region : Faro
City : Colégio Militar
Lat/Long : 37.1333, -8.7333 (Map)
Distance : 182 miles

Language Portuguese
pt
Operating System Microsoft WinXP
Browser Internet Explorer 6.0
Mozilla/4.0 (compatible; MSIE 6.0; Windows NT 5.1; SV1; .NET CLR 1.1.4322; InfoPath.1)
Javascript version 1.3
Monitor Resolution : 1280 x 1024
Color Depth : 16 bits

Time of Visit May 23 2007 11:28:50 am
Last Page View May 23 2007 11:28:50 am
Visit Length 0 seconds
Page Views 1
Referring URL
Visit Entry Page http://www.leitecond...eradas.blogspot.com/
Visit Exit Page http://www.leitecond...eradas.blogspot.com/
Out Click
Time Zone UTC+0:00
Visitor's Time May 23 2007 11:28:50 am
Visit Number 4,245

Desaparece!!

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
marta r disse...

Também quero medronhos!

tavguinu disse...

Medronhos? Aguardente ? Isso não é no algarve !

Ai as migas de espargos !!!

Olha podes juntar uns pezinhos de coentrada e um chispezinho que parece um fiambre ?

É claro que a bela da açorda também não é de deitar fora ! Deixo só o gaspacho que não vou à bola por causa dos poejos que sabem a pasta de dentes !

Alexandra disse...

Marta,

Lá para Setembro, Outubro...

tavguinu,

No Algarve, Baixo Alentejo... Eu tenho dois medronheiros em frente ao meu moinho. É cá uma barrigada! Eehehhe

Pézinhos de coentrada? Chispe? Blerrghhhh!!!!

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Alexandra disse...

Que oportuno!

Orquídea, só se for murcha.

Tu nem isso.

Deves julgar que trocando de pc eu sou parva!

Não te preocupes. Está tudo gravado. Estica-te e depois vais prestar declarações a outro lado. Gostou da rima, ó poeta da treta????

DEIXA-ME EM PAZ!

tavguinu disse...

Blerrghhhh!!!!

então essa veia alentejana !

ai...ai...ai...

Pois eu é no alto alentejo !

Ricardo Fonseca disse...

O meu cão comia medronhos à grande...

Alexandra disse...

Alma não é chispe!

Se já estavam fermentados, o teu cão divertia-se à grande...

RP disse...

Por mais que Ame Lisboa, e não me veja tão cedo em viver num "lugar" menos cosmopolita que este, as minhas raízes familiares Beirãs fazem ressonância no meu corpo. E a minha alma fica com um estranho sentido de "casa"...

...e não, não sei ordenhar uma vaca. Mas já andei de burro :D

Alexandra disse...

Ahahaah!

Andar de burro é muito à frente! Os danados requerem uma perícia especial.

Curiosamente, o meu coração passa pelo Alentejo mas pertence ao Algarve. Inexplicável. Provavelmente, devido aos meus primeiros anos de vida lá. O cheiro do ar é tão diferente! Lisboa cheira a pó.

Pedro disse...

Por isso é que eu gosto aki da terrinha... perto de lx, mas n cheira a pó. Bem, mas para ti, cara latifundiária, tenho uma sugestão: o Borda d'Água! Dizem que tem lá essas datas todas das culturas... assim andas sp sincronizada com a lavoura :P
P.S.: Eu cá pensava 2 x antes de me armar aos cucos a brincar com os SILCAC.

Alexandra disse...

Pedro,

Garanto-te que com os SILCAC não se brinca. Aliás, quem se arma aos cucos é que devia pensar duas vezes.

Pedro disse...

lembraste da musica do cops?
remake da letra:
"farm boy farm boy
what u gonna do?
What u gonna do when they come for u?"
http://www.youtube.com/watch?v=H9qTB4kCk_I

Alexandra disse...

Ohhh, sim! Exactamente!

As pessoas pensam que se protegem através de um ecrã mas esquecem-se ou ignoram que, salvo raras excepções (que têm regime próprio), quer os endereços das empresas, quer os pessoais estão identificados.

Um computador pessoal pode não dizer directamente quem é o titular mas o IP identifica-te. Ao IP está associado um cliente. Isto é, caso seja necessário, Telecabos, Telepacs, Onis e afins são oficiadas para fornecerem os dados do cliente relativo a esse IP.

Ora se, hoje em dia, apanham "hackers" que são "profissionais" no assunto, facilmente apanham chico-espertos.

Patrícia disse...

Tenho que confessar que não parei de rir ao ler este post....imaginar alguém a comer umas azeitonas colhidas directamente da árvore é hilariante.... mesmo que fosse uma criança!
Qto aos medronhos, agora não será de todo a melhor altura do ano para os comer, mas tb já comia uns tantos.
Mas não te preocupes, não és das piores. No outro dia passei imenso tempo a tentar explicar o que são bolotas e alfarrobas! É triste termos que ir buscar exemplos ao filme “A idade do gelo” para isso.

Patrícia disse...

Tenho que confessar que não parei de rir ao ler este post....imaginar alguém a comer umas azeitonas colhidas directamente da árvore é hilariante.... mesmo que fosse uma criança!
Qto aos medronhos, agora não será de todo a melhor altura do ano para os comer, mas tb já comia uns tantos.
Mas não te preocupes, não és das piores. No outro dia passei imenso tempo a tentar explicar o que são bolotas e alfarrobas! É triste termos que ir buscar exemplos ao filme “A idade do gelo” para isso.