quarta-feira, março 28, 2007

A excêntrica: Triste seguimento.


Dez e cinco da manhã.

Acompanhada por dois guarda-costas contratados para o efeito, apresento-me à porta da "Casa da Sorte", no Colombo, munida de três Sansonites rígidas tamanho G e de duas Longchamps XL.

Olho em redor (não vá algum curioso ser demasiado curioso) e saco orgulhosamente o bendito talão do Euromilhões.

- Bom dia! - voz que já emana, exala, transpira aquele status que poucos atingem - Eu vim levantar o prémio, por favor.

Franze o sobrolho duvidoso devido ao aparato da comitiva, ajeita os óculos na ponta do nariz e coloca o talão na máquina registradora.

- São oito euros e setenta e dois cêntimos. Deseja receber?

(Engasgo meu) - Desculpe??? Não está a perceber. Eu sou "A" excêntrica! Verifique lá isso outra vez, por favor.

Com a paciência de um elefante à espera da chuva, repete o procedimento.

- São oito euros e setenta e dois cêntimos. Posso pagar?

(Triplo engasgo com dupla pirueta encarpada e mortal nos olhos. Chamem o INEM!!!)

- Mas... mas ... não pode ser! Eu fiz dois números e uma estrela!

- Exactamente, o 12º prémio. Nada mau! Oito euros e setenta e dois cêntimos.

- Mas... mas... e aquela história do Euromilhões a criar excêntricos por aí? Eu sou uma excêntrica! "A" excêntrica! O Euromilhões não me pode fazer isto! Nãooooooooooo!

-Quer receber ou não????????

Baixo os olhos, lambo as feridas e a carne lacerada pela dor insuportável.

- Quero, pois...

E assim se destróem os sonhos da juventude. Enchem-nos a cabeça com promessas de áureas realidades para depois nos atropelarem, espezinharem e passarem por cima com uma buldozer das pesadotas. Vendem-nos fotografias de vidas e futuros auspiciosos mas, imediatamente, somos violentamente calcados e brunidos com o ferro impiedoso. Pegam nas sobras, colocam-nas numa betoneira eléctrica e cospem-nas com uma máquina de projectar estrume.

E nem sequer um "Olhe, desculpe lá... é a vida!".

8 comentários:

Maria Strüder disse...

Lol ao menos não recebes 2eur ou nada como eu!

Hugo M. disse...

A minha parte favorita é esta:

"Pegam nas sobras, colocam-nas numa betoneira eléctrica e cospem-nas com uma máquina de projectar estrume"!!!!

Alexandra disse...

Maria,

E as minhas casas novas, o veleiro, o SLK?... as 500 gomas de sabores diferentes que iria poder comprar...

kiss me disse...

Quando eu fiz dois numeros e uma estrela ganhei dez euros!

Sou mais excêntrica que tu :P

Alexandra disse...

Eu sabia... fui roubada!!!!

Xana disse...

ah ah ah , lindooooo

e dps disso tudo ter ainda que pagar aos tais seguranças das sansonites?
epá tb th spre uma ganda fezada no euromilhoes....mas onde tá o 6º sentido das mulheres arre!!!!

e qd não é, qd so me lembro de jogar qd vejo aquela loira vestida por Fatima Lopes

Xana disse...

ja vos disse que gosto da palavra quando??? lolol

Alexandra disse...

Essa palavra quando...

Já te estou a ver nos "Tesourinhos Deprimentes" a competir com o "p'tanto"... ;-)