segunda-feira, agosto 28, 2006

Pedaços de...

- Estás a ver? Por vezes, a vida prega-nos partidas!

A Mariana era hilariante. E tinha a mania destas frases feitas, tão sábia e ordeiramente utilizadas num caos ao ponto de, por incrível que pareça, fazerem mesmo sentido.

- Tu e a tua capacidade de te pareceres como a minha mãe. – Rematei, sabendo que a comparação lhe despoletaria algum desconforto ou insegurança.

Dez horas da manhã e eu já com o trabalho despachado. Assunto por assunto escrupulosamente organizados para inveja dos que me rodeiam. Limpei a parafenália de artigos e revistas da secretária, verifiquei pela enésima vez a agenda electrónica, confirmei todos os emails recebidos e chamadas gravadas e até reguei a tímida e sedenta planta cujas secas e escuras folhas acusavam descaradamente o meu descuro. Fito mais uma vez o ecrã. Os cabelos emaranhados pelo vento. Não foi assim há tanto tempo.

- Mas onde é que tu vais? – Bolas! O Bernardo sabe mesmo ser inconveniente. Lá por um tipo ter tudo não quer dizer que tenha de saber de tudo. Ajeitou o colarinho da camisa de algodão impecavelmente desenhada e talhada para o seu corpo. Sorriu, mostrando a dentadura branca e perfeitamente alinhada a custo de muitos anos de visitas ao dentista. – Não me diga que tem um encontro. Ou será uma emergência profissional? A Dra. Catarina consegue sempre surpreender-mos. Mal a vemos, mas no entanto ainda este mês foi nomeada como a criativa do ano. Como não dorme, as alucinações trazem-lhe ideias fantásticas, enquanto os restantes dos comuns mortais atiram dezenas de ideias para o lixo. - Aproxima-se do meu ouvido e sussurra - Precisa de descansar e de relaxar, querida. Talvez se aceitasses o meu convite para jantar…

- Se, em vez de se preocupar em debitar graçolas a meu respeito, canalizasse essa energia para a campanha, teria muito mais sucesso, meu querido! - Esbocei forçosamente um sorriso enjoado, peguei na mala e saí.

1 comentário:

Migas disse...

Temos romance!

Podias ter desvendado mais um pouco.

Beijos